Davi Moura

Davi Moura

Meteorologista - 187 artigos

Bacharel em meteorologia pela Universidade Federal de Alagoas em 2014 e mestre pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais em 2016. Atualmente, Davi Moura é doutorando pelo mesmo instituto com período sanduíche pelo Max Planck-Institute Für Meteorologie, na Alemanha.

Atua no desenvolvimento de uma parametrização de descargas elétricas atmosféricas com efeitos na microfísica das nuvens de tempestades e na química da atmosfera. Criador e administrador do Tempo e Clima Brasil que tem por objetivo divulgar conteúdos científicos relevantes para alunos, professores e interessados em geociências.

Aprecia a meteorologia pelos desafios científicos e pela multidisciplinaridade envolvida. O tempo e o clima do nosso planeta ajudaram a escrever a história da vida na terra. Nós, seres humanos, criamos cada vez mais dependência das informações das condições atmosféricas para o transporte, cultivo, guerras, logística, saúde, dentre outras. Estudar esta fina camada gasosa que nos mantém vivos é extremamente fascinante.

Artigos de Davi Moura

3 poderosos terremotos na Nova Zelândia: Risco de Tsunami
Atualidade

3 poderosos terremotos na Nova Zelândia: Risco de Tsunami

Dois grandes terremotos atingiram a costa da Nova Zelândia continental gerando três avisos separados de tsunami. Um terceiro terremoto, de magnitude 8,0, atingiu o meio do oceano perto das ilhas Kermadec, gerando um alerta de tsunami para toda Samoa.

Vulcão da Indonésia expele enorme coluna de cinzas
Atualidade

Vulcão da Indonésia expele enorme coluna de cinzas

Vulcanologistas registraram 13 explosões separadas enquanto o Monte Sinabung expelia destroços até 5.000 metros acima da ilha de Sumatra. De acordo com as autoridades locais, não há perigo imediato para os moradores e nem suas residências.

Qual é a forma do universo?
Atualidade

Qual é a forma do universo?

A teoria da relatividade geral permite que o universo assuma uma de três formas: plano como uma folha de papel, fechado como uma esfera ou aberto como uma sela. Esta geometria astronômica não é uma questão trivial - o destino do cosmos depende disso.

Aquecimento do oceano aumentará os extremos das chuvas tropicais
Atualidade

Aquecimento do oceano aumentará os extremos das chuvas tropicais

Modelos climáticos preveem que os oceanos devem se aquecer até o final do século e isso trará implicações na amplitude das flutuações das chuvas tropicais, o que significa que a frequência de fenômenos extremos de precipitação irão aumentar.

Poeira do Saara em direção à Europa
Atualidade

Poeira do Saara em direção à Europa

Segundo o serviço de monitoramento por satélite Copernicus da União Europeia, partículas de poeira e areia levantadas do Saara mais uma vez cobrirão os céus da Europa neste fim de semana, afetando a qualidade do ar,

Uma anomalia incomum do oceano está sendo detectada
Atualidade

Uma anomalia incomum do oceano está sendo detectada

Áreas dos oceanos globais aquecem e esfriam constantemente. Mas recentemente, uma anomalia excepcionalmente forte se desenvolveu na Corrente do Golfo. O clima nos Estados Unidos e na Europa depende muito dessa corrente oceânica.

O que acontecerá com as primeiras pegadas humanas na Lua?
Atualidade

O que acontecerá com as primeiras pegadas humanas na Lua?

A quase ausência de processos erosivos na superfície lunar ajuda a preservar as pegadas deixadas pelos astronautas, mas até quando? Eles se parecerão com os dinossauros na Terra? Eles deveriam ser um patrimônio mundial?

Água vermelha invade vilarejo na Indonésia
Atualidade

Água vermelha invade vilarejo na Indonésia

O final de semana tem sido marcado por precipitações intensas na Indonésia e logo as inundações e alagamentos surgiram, mas algo diferente ocorreu no vilarejo de Jenggot, onde águas vermelhas invadiram as ruas e impressionou os moradores e os internautas.

Chuva frontal provoca alagamentos em SP, RJ, MG
Atualidade

Chuva frontal provoca alagamentos em SP, RJ, MG

O deslocamento de uma frente fria sobre a Região Sudeste do país na tarde de sexta-feira (5) provocou chuva intensa, raios e trovoadas. No Rio de Janeiro, a prefeitura decretou estado de atenção e a Defesa Civil acionou 15 sirenes às 18:30 em 9 comunidades da capital.

Uma guerra nuclear poderia desencadear um grande El Niño?
Atualidade

Uma guerra nuclear poderia desencadear um grande El Niño?

Os impactos climáticos provocados por uma guerra nuclear causariam um resfriamento global que acarretaria na quebra de safras. Neste cenário, a humanidade poderia se tornar cada vez mais dependente de fontes de alimento baseadas no oceano.

1 2 3 4 5