tempo.com

O frio continua! Duas massa de ar frio avançam a partir do fim desta semana

Além das chuvas intensas e temporais na Região Sul, o ciclone extratropical contribui para a incursão de uma massa de ar frio pelo Sul e parte das regiões Centro-Oeste e Sudeste. Saiba aqui o que esperar.

massa de ar frio ciclone ventos
Além do tempo severo, ciclone contribui para a incursão de uma massa de ar frio pela Região Sul e parte das regiões Sudeste e Centro-Oeste.

Aqui na Meteored Brasil já anunciamos sobre o processo de formação de um ciclone extratropical na Região Sul, que traz risco para a ocorrência de tempo severo no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná.

Confira os alertas de tempo severo resultantes do processo de formação do ciclone extratropical.

No entanto, esse sistema também contribui para impulsionar a incursão de uma massa de ar frio pelo centro-sul do Brasil, afetando toda a Região Sul e parte do Centro-Oeste e do Sudeste.

Ciclone favorece a incursão de massa de ar frio pelo centro-sul do Brasil

O calor vem sendo destaque no centro-norte do país, mas a Região Sul e a porção leste do Sudeste ainda têm experimentado temperaturas amenas ao longo do dia e frio nas primeiras horas da manhã e na madrugada.

Essa condição deve se manter ainda, pelo menos durante a primeira quinzena de outubro. No fim desta semana, com a formação de uma ciclone extratropical e da sua frente fria associada, uma massa de ar frio consegue avançar pelo centro-sul do país, impulsionada pelo ciclone.

Assim, a partir do fim do dia de quinta-feira (06), mesmo com o ciclone entre o Rio Grande do Sul e o oceano, o ar frio já consegue penetrar no Oeste, Missões, região Central e Campanha do estado.

A incursão da massa de ar frio intensifica a sensação de frio na Região Sul e no leste de São Paulo, mas não tem potencial para provocar eventos de geada.

Ao longo da noite e da madrugada o ciclone se desloca mais para o oceano e o ar frio consegue se espalhar pela Região Sul chegando ao Mato Grosso do Sul e ao estado de São Paulo no início da manhã da sexta-feira (07).

Com o avanço do ar frio ao longo do dia, as mínimas ocorrem no fim da noite na Região Sul, do estado do Mato Grosso do Sul, no estado de São Paulo, no Rio de Janeiro e no extremo sul de Minas Gerais. Em Porto Alegre as temperaturas chegam aos 14°C, em Florianópolis aos 15°C, em Curitiba aos 10°C, em São Paulo aos 14°C, no Rio de Janeiro aos 20°C e em Campo Grande aos 16°C.

No sábado (08), a massa de ar frio se centraliza no centro-leste de São Paulo, mas contribui para mínimas mais baixas entre o fim da madrugada e o início da manhã na Região Sul, no Mato Grosso do Sul, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no extremo sul de Minas Gerais.

Em virtude do tempo mais seco proporcionado pela massa de ar frio, as mínimas são mais baixas mas as máximas atingem valores mais elevados. Em Porto Alegre, as temperaturas variam de 11°C a 24°C, em Florianópolis de 14°C a 24°C, em Curitiba de 10°C a 23°C, em São Paulo de 13°C a 26°C, no Rio de Janeiro de 19°C a 24°C e em Campo Grande de 15°C a 29°C.

Mais uma massa de ar frio durante o domingo!

Com o afastamento da massa de ar frio para o oceano, uma frente fria avança de forma rápida e costeira entre o sábado (08) e o domingo (09) na Região Sul, permitindo a atuação de outra massa de ar frio. O sistema influencia os três estados do Sul e o leste de São Paulo. A sensação é de frio ao longo do dia, mas com presença de sol. A exceção fica para o norte e oeste do Paraná, onde faz calor a partir do fim da manhã.