Passagem de frente fria provoca muito frio e risco de temporais

No início dessa semana a passagem de uma frente fria provoca mudança no tempo na Região Sul e posteriormente em parte do Sudeste e do Centro-Oeste. Frio intenso, formação de geada e risco de temporais localizados.

Tiago Robles Tiago Robles 24 Jun. 2019 - 12:50 UTC
Forte frente fria e massa de ar polar intensa provocam mudanças no Centro-Sul.

A chegada de uma frente fria nessa semana traz mudanças no Centro-Sul do Brasil. Aumento da intensidade dos ventos e risco de temporais localizados. Uma massa de ar polar intensa, a mais forte deste ano até o momento, derruba as temperaturas e há risco para formação de geada. A seguir contamos mais detalhes.

Previsão do tempo

Nesta segunda-feira (24) o tempo firme predomina em praticamente todo o Brasil, com previsão de chuva somente para o leste do Nordeste, na faixa que vai do sul da Bahia até João Pessoa. As temperaturas ficam mais elevadas, com sensação de calor na parte da tarde em todo o Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Na terça-feira (25), a mudança começa já durante a madrugada no Rio Grande do Sul. Os ventos de norte mais intensos e as rajadas na porção central do estado anunciam a aproximação da frente fria. O sistema passa a atuar no Oeste, Campanha e Sul por volta do meio da manhã, provocando mais nebulosidade do que chuva. No entanto, há risco de temporais localizados. Por volta do início da tarde o sistema já deve atingir a região metropolitana de Porto Alegre e, no fim do período, nas áreas mais ao norte do estado e no oeste de Santa Catarina.

Durante a noite e madrugada as chuvas ganham intensidade e abrangência e há risco de chuvas volumosas e temporais no norte, nordeste, região metropolitana de Porto Alegre, sul e oeste de Santa Cataria, e oeste do Paraná. Em relação às temperaturas, sensação de frio já começa no oeste e sul do Rio Grande do Sul e no fim do dia já atinge todo o estado, com valores em torno dos 5°C em Uruguaiana e Bagé, dos 8°C em Santa Maria e dos 12 em Porto Alegre.

Na quarta-feira (26), o dia começa com bastante frio em todo o estado e com risco de geada no oeste, noroeste, centro e sul do Rio Grande do Sul. Nas áreas mais ao norte e de serra do estado, em todas as regiões de Santa Catarina, oeste e sul do Paraná, a frente fria provoca chuvas de moderada a forte intensidade, com risco para temporais localizados no início da manhã. Temperaturas baixas ao longo do dia e sensação de bastante frio nos três estados da Região.

No decorrer do período, o sistema avança rapidamente e no fim da manhã já se encontra no leste do Paraná, sul e oeste do estado de São Paulo. Risco para transtornos devido a rajadas de ventos no deslocamento da frente fria. Por volta do meio da tarde, o tempo muda no leste paulista e na capital há previsão de aumento da nebulosidade, diminuição das temperaturas e chuva de fraca, ocorrendo de forma mais isolada.

No Centro-Oeste, a frente fria provoca, já pela manhã, aumento de nebulosidade em todo o Mato Grosso do Sul e chuva fraca no centro-sul do estado. No Mato Grosso, não há previsão de chuva, somente aumenta na nebulosidade no oeste e sul do estado. A diminuição das temperaturas e a ligeira sensação de frio também farão parte do dia nessas áreas.

Tendência para o restante da semana

Na quinta-feira (27) a frente fria se encontra mais afastada e a massa de ar polar se localiza no oceano. No entanto, a sensação de frio se mantém, de maneira mais amena, ao longo do dia em toda a Região Sul e nos estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. Em Santa Catarina, Paraná, metade sul do Mato Grosso do Sul e no estado de São Paulo, o tempo fica nublado e com chuva fraca e isolada ao longo do dia.

Na sexta-feira (28), uma baixa pressão começa a se formar ao sul do Uruguai, promovendo a atuação de ventos de norte e aumento das temperaturas no Centro-Sul. No fim de semana, uma nova frente fria e massa de ar polar passam a atuar e o frio retorna para o Sul do Brasil.

Publicidade