Inverno meteorológico e inverno astronômico: qual a diferença?

Em qual dia se inicia o inverno no hemisfério sul? A resposta para essa pergunta depende se você está referindo ao inverno astronômico ou ao inverno meteorológico!

Paola Bueno Paola Bueno 07 Maio 2019 - 11:23 UTC
As datas de início e término do inverno variam de acordo com o ponto de vista meteorológico e astronômico.

Você deve ter visto em calendários, agendas e noticiários que o início do inverno ocorrerá no dia 21 de junho de 2019, mas sabia que de acordo com a meteorologia o inverno se inicia no dia 1° de junho de 2019?! Pode parecer estranho, mas as duas datas estão corretas, apesar de serem diferentes. Mas isso quer dizer que temos dois tipos de inverno? Não, o inverno é o mesmo, o que muda é a definição do seu início e fim no ponto de vista meteorológico e astronômico.

De acordo com a astronomia as estações do ano são baseadas na posição da Terra em relação ao Sol, enquanto que para meteorologia elas são baseadas no ciclo anual de temperatura. As estações astronômicas são resultado do efeito da inclinação de 23.5° do eixo de rotação da Terra em relação a sua órbita ao redor do Sol. Essa inclinação é a responsável por fazer com que a quantidade de energia solar seja variável ao longo do ano, em um determinado ponto do planeta. São 4 datas que marcam os inícios das estações, 2 solstícios e 2 equinócios.

No caso dos solstícios temos o dia 21 de dezembro, o dia mais longo do ano (maior incidência de luz solar), marcando o início do verão e o dia 21 de junho, o dia mais curto do ano, marcando o início do inverno no hemisfério sul (HS). Enquanto que nos equinócios o Sol incide exatamente sobre a linha do equador, fazendo com que o dia e a noite tenham exatamente 12 horas nos dois hemisférios. Isso ocorre no dia 20 de março, início do outono, e no dia 23 de setembro, início da primavera no hemisfério sul. No caso do hemisfério norte (HN), as datas são as mesmas, mas as estações são invertidas.

A inclinação do eixo rotacional da Terra em relação a seu plano orbital em torno do Sol determina os solstícios e equinócios que dão início as estações astronômicas.

Porém, como a Terra viaja ao redor do Sol em 365,24 dias, um dia extra é necessário a cada quatro anos, criando o ano bissexto. Além disso, a forma elíptica da orbita da Terra ao redor do Sol faz com que os comprimentos das estações astronômicas variem entre 89 e 93 dias. Essas variações no início e duração das estações dificultariam as comparações meteorológicas de uma determinada estação de ano para ano, por isso foram os meteorologistas determinaram as estações meteorológicas!

Na definição meteorológica, as estações são divididas em quatro períodos, compostas por três meses cada, com base no ciclo anual de temperatura. Para o hemisfério sul, o verão ocorre nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro; o outono nos meses de março, abril e maio; o inverno nos meses de junho, julho e agosto e a primavera nos meses de setembro, outubro e novembro, sempre com o início ocorrendo no começo do período (dia 1° do primeiro mês).

Dessa forma, a duração das estações é mais consistente, bem como seu início e término, facilitando os cálculos das estatísticas climatológicas. Assim, podemos dizer que pelo calendário meteorológico o inverno começa no dia 1° de junho de 2019, enquanto que pelo calendário astronômico começa no dia 21 de junho de 2019!

Publicidade