tempo.com

O maior vulcão do mundo pode entrar em erupção em breve!

O Havai possui uma grande coleção de vulcões lendários, entre os quais se destaca o maior vulcão do mundo, o Mauna Loa. E afinal, o que leva os vulcanólogos a pensar que uma erupção pode “estalar” em breve? Saiba mais aqui!

Havai; Mauna Loa; erupção vulcânica
Imagem ilustrativa de uma erupção, vista à noite, no Havai. Poderá outra ocorrer em breve?

O vulcão Mauna Loa constitui aproximadamente metade da massa terrestre da ilha do Havaí (EUA). Isto é, 3.962 metros acima do nível do mar e outros 12.802 metros abaixo do nível do mar. A cratera entrou em erupção 33 vezes desde 1843, sendo considerado, por isso, um dos vulcões mais ativos do planeta.

No entanto, os especialistas acreditam que o pior ainda está por vir, dado que o Mauna Loa tem vindo a acumular magma na sua câmara vulcânica de há 8 anos para cá.

Um pequeno terremoto pode desencadear uma erupção no Mauna Loa

Com base nas medições da afluência de magma, uma equipa local de vulcanólogos determinou que o Mauna Loa está prestes a entrar novamente em erupção.

"Um terremoto poderia mudar as regras do jogo. Libertaria gases do magma comparáveis ao abanar de uma garrafa de refrigerante, gerando pressão e flutuação suficientes para romper a rocha e cobrir o céu”. - Falk Amelung, geólogo e vulcanólogo da Universidade de Miami

De acordo com um estudo de 2021, publicado na Scientific Reports por investigadores da Escola Rosenstiel de Ciências Marinhas e Atmosféricas - Universidade de Miami, desde 2014 que um total de 0,11 km2 de lava nova entrou na sua câmara vulcânica, causando pequenas erupções nas rochas derretidas. Tais movimentos de lava, nunca antes registados, estão a afetar seriamente a falha sub-horizontal na qual esta cratera se situa.

magma; mauna loa; havai
Todo o magma do Mauna Loa tem vindo a acumular-se sobre a falha sub-horizontal. Fonte: Universidade de Miami e Nature

O risco topográfico no lado ocidental do Havaí é, portanto, considerável, tendo em conta que este é o maior vulcão ativo do mundo. Os vulcanólogos estimam que esta pressão na câmara vulcânica poderá desencadear um terramoto de magnitude 6 ou superior. O que, por sua vez, daria origem a uma grande erupção na Ilha.

O Mauna Loa tem "se preparado” para um erupção maciça

As mudanças no fluxo do magma não costumam representar grande perigo, uma vez que as rochas vulcânicas retêm sempre o impacto. Mas infelizmente, em 8 anos, esta lava mudou a forma do maior vulcão do mundo, aumentando a sua probabilidade de entrar em erupção.

Em 2021, através do uso de dispositivos GPS e dados de satélite, a equipe descobriu que o solo à volta da falha estava erodido por causa das injeções de magma. Isto nunca antes tinha sido observado num vulcão ativo.

“Podemos explicar como e o porquê do corpo de magma ter mudado nos últimos anos, mas não quando veremos os seus efeitos. Mas isto acabará por conduzir a melhores modelos para prever o próximo local de erupção” - Falk Amelung

Tais intrusões magmáticas podem, portanto, aumentar a probabilidade de um terramoto e de uma súbita erupção. Isto explicaria o porquê das erupções de 1950 e 1984 terem sido precedidas por grandes terramotos, sendo que a primeira das mencionadas demorou somente três horas para chegar à costa.

Erupção vulcânica Mauna Loa Havai 1984
Fonte de lava de fendas fissurais da erupção de 1984 do Mauna Loa, no topo da área de fendas do noroeste. Fonte: Griggs, J. D.. Domínio público.

Não obstante, prever quando este fenômeno irá acontecer é uma tarefa incrivelmente complexa, e os vulcanólogos não possuem qualquer pista que o sugira. Afirmam apenas que estará para breve, considerando a quantidade de alterações topográficas que o vulcão sofreu.

Devemos nos preocupar com o maior vulcão ativo do mundo?

Provavelmente sim, se vivermos no Havaí. Todavia, é pouco provável que a erupção do Mauna Loa afete outras regiões topográficas se for detectada a tempo.

Os resultados deste estudo destinam-se a prever futuros terremotos e erupções na área apenas para aumentar a segurança dos habitantes locais. Portanto, esperemos que os vulcanólogos descubram a data desta perigosa erupção antes que o maior vulcão do mundo decida “dar início ao jogo”.