Andreas abre a temporada de furacões no Atlântico mais cedo

A tempestade subtropical Andreas marcou o início da temporada de furacões deste ano no Atlântico, 11 dias do dia oficial. Nos últimos anos, existe uma tendência da primeira tempestade da temporada se formar cada vez mais cedo.

Carolina Barnez Carolina Barnez 23 Maio 2019 - 17:13 UTC
A tempestade subtropical Andreas foi o primeiro sistema ciclônico a ser nomeado na temporada de furacões do Atlântico de 2019

Na última segunda-feira (20), Andreas marcou o início da temporada de furacões de 2019 no Atlântico. Classificado como tempestade subtropical, Andreas foi o primeiro sistema ciclônico a ser nomeado esse ano. A temporada começou 11 dias antes, e é a sexta vez que uma tempestade é nomeada antes da data oficial.

O anúncio foi feito pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), quando uma área de convecção desorganizada ao sul das Bermudas se intensificou o suficiente para se tornar uma tempestade subtropical, recebendo o primeiro nome da lista. A confirmação foi feita através de imagens aéreas que mostraram um sistema com características subtropicais, com ventos de 64,3 km/h e um centro bem definido.

No entanto, Andreas teve uma vida curta, e já na quarta-feira (22) não passava de uma depressão tropical. A dissipação ocorreu porque a tempestade subtropical se deslocou para um ambiente com fatores desfavoráveis para seu desenvolvimento: maior cisalhamento do vento, ar seco e menor temperatura de superfície do mar. O sistema causou apenas ventos e chuva fracos na região das Bermudas.

Início cada vez mais precoce

A temporada de furacões no Atlântico começa oficialmente dia 1 de Junho, mas Andrea veio 11 dias antes. É a sexta vez nos últimos 10 anos que uma tempestade ocorre antes do início oficial da temporada. Andreas (20/05/2019) foi precedida por Alberto in 2012 (19/05/2012), Beryl (25/05/2012), Ana (08/05/2015), Bonnie (28/05/2016), Arlene (20/04/2017) e Alberto (26/05/2018). A lista não inclui Alex (16/01/2017) que, apesar de se formar em 2016, foi um remanescente da temporada de 2015.

Nos últimos anos, é possível perceber uma tendência da primeira tempestade da temporada se formar cada vez mais cedo. O dia do primeiro sistema nomeado varia de 20 de Abril a 30 de Agosto. A data escolhida para o início oficial nunca teve a intenção de conter todos os sistemas, mas apenas a maioria deles.

A primeira vez que definiram o período da temporada de furacões foi há 85 anos, e era de 15 de Junho a 31 de Outubro. Depois de mais dois ajustes ao longo do tempo, em 1965 definiram o período de 1 de Junho a 30 de Novembro, usado atualmente. Pela tendência observada ao longo dos últimos anos, um novo ajuste deve ser feito. Seria conveniente expandir o período para 15 de Maio a 30 de Novembro, para coincidir com a temporada de furacões do Pacífico Leste.

Publicidade