tempo.com

Yakecan: ainda deixa alertas para o Sul e passa a afetar o Sudeste

A tempestade subtropical Yakecan vem sendo o sistema meteorológico mais falado nos últimos dias, muito mais que o ar polar e a neve. Nesta quarta-feira e até o fim da semana ainda será notícia, uma vez que os alertas continuam para a Região Sul e passam a ter no Sudeste.

Yakecan
Ciclone Yakecan mantém sua trajetória como previsto. Há alertas de intensas rajadas de vento na Região Sul e na Região Sudeste.

A interessante e ameaçadora tempestade subtropical Yakecan tomou conta dos noticiários meteorológicos nos últimos dias, sendo mais comentada que a intensa massa de ar polar e a ocorrência de neve na Serra Catarinense.

Não é por menos! O sistema, além de atípico para a época do ano, também percorre uma trajetória pouco comum (de leste para oeste), além dos impactos destrutivos e fatais que ocorreram na última terça-feira (18) com duas mortes contabilizadas, uma no Uruguai e outra no Rio Grande do Sul.

Nesta quarta-feira (18) o núcleo do sistema inicia o seu afastamento mais para o oceano, mas também se desloca para norte, o que mantém uma certa proximidade com o continente, deixando em alerta os estados da Região Sul, de São Paulo e do Rio de Janeiro. Confira a seguir os alertas até o fim da semana.

Alertas para Rio Grande do Sul

A quarta-feira (18) ainda será de ventos forte no território gaúcho, mesmo com rajadas menos intensas que não devem chegar mais aos 100 km//h.

Período da manhã

  • Rajadas de 75 a 85 km/h: toda a faixa leste principalmente a litorânea
  • Rajadas de 55 a 70 km/h: Sul, centro-leste da Campanha, Serra e região de Porto Alegre
  • Rajadas de até 50 km/h: Oeste, Central, Missões e Norte

Período da tarde

  • Rajadas de 70 a 80 km/h: toda a faixa leste, principalmente a litorânea, e Porto Alegre
  • Rajadas de 55 a 65 km/h: Sul, centro-leste da Campanha e Serra
  • Rajadas de até 50 km/h: Oeste, Central, Missões e Norte

A partir da noite ainda há uma condição mais ventosa, mas sem potencial para algum tipo de alerta, condição esta que se estende para os demais dias da semana, com redução gradativa dos ventos.

Alertas para Santa Catarina

Nesta quarta-feira (18) o pico da intensidade ocorreu no sul do estado durante a madrugada com rajadas de mais 100 km/h. No entanto, com o deslocamento do sistema, outras regiões do estado vão experimentar os ventos mais intensos até então.

Período da manhã

  • Rajadas acima dos 100 km/h: Sul e principalmente no Litoral Sul
  • Rajadas de 75 a 90 km/h: Planalto, Leste e Vale
  • Rajadas de 55 a 70 km/h: Norte
  • Rajadas de até 50 km/h: Oeste

Período da tarde

  • Rajadas de 85 a 100 km/h: Litoral Sul e Florianópolis
  • Rajadas de 65 a 80 km/h: Planalto, Leste, Vale e Norte
  • Rajadas de até 50 km/h: Oeste

Período da noite

  • Rajadas de 85 a 100 km/h: Litoral Sul e Florianópolis
  • Rajadas de 55 a 75 km/h: Vale e Norte
  • Rajadas abaixo de 50 km/h: Planalto e Oeste

Na quinta-feira (19), o sistema já se encontra mais afastado e enfraquecido, mas mesmo assim, ainda há potencial para rajadas de vento de moderada a forte intensidade somente pela manhã e tarde.

Períodos da manhã e tarde

  • Rajadas de 60 a 80 km/h: Litoral Sul e Florianópolis
  • Rajadas abaixo dos 55 km/h: demais regiões

Alertas para o Paraná

Para o território paranaense há alertas de ventos de moderada a forte intensidade somente nesta quarta-feira (18), com condição mais amena e calma no restante da semana. Assim, vamos aos alertas por período.

Período da manhã

  • Rajadas de 75 a 90 km/h: Litoral e região metropolitana de Curitiba
  • Rajadas de 55 a 70 km/h: Sul e região de Ponta Grossa
  • Rajadas de até 50 km/h: demais regiões

Período da tarde

  • Rajadas de 80 a 100 km/h: Litoral e região metropolitana de Curitiba
  • Rajadas de 60 a 75 km/h: Sul e região de Ponta Grossa
  • Rajadas de até 60 km/h: demais regiões

Alertas para São Paulo

Mesmo com o deslocamento do ciclone para norte, a sua influência no estado de São Paulo ocorre até a quinta-feira (19), sendo neste dia, afetando apenas a porção litorânea da Baixada Santista até o Litoral Norte e região do Vale do Paraíba, com rajadas de ventos ao longo do dia de 55 a 75 km/h. A seguir seguem os alertas para a quarta-feira (18).

Período da manhã

  • Rajadas de 65 a 85 km/h: Sul e toda a faixa leste, incluindo a capital até Campinas e Sorocaba
  • Rajadas de até 60 km/h: demais regiões

Período da tarde

  • Rajadas de 70 a 80 km/h: Sul e toda a faixa leste, incluindo a capital até Campinas e Sorocaba
  • Rajadas de 55 a 65 km/h: Central
  • Rajadas abaixo de 50 km/h: demais regiões

Período da noite

  • Rajadas de 65 a 85 km/h: Baixada Santista, Litoral Norte e região metropolitana de São Paulo.
  • Rajadas de 50 a 60 km/h: Central e Sul
  • Rajadas de até 45 km/h: demais regiões

Alertas para o Rio de Janeiro

Na quarta-feira (18), os ventos começam a soprar com força somente na região costeira e oceânica do Rio de Janeiro, com rajadas de vento de até 70 km/h no dia. Já na quinta-feira (19), a periferia do ciclone consegue influenciar o tempo em todo o território fluminense com rajadas de 60 a 75 km/h pela manhã e de 60 a 100 km/h, sendo mais intensas nas regiões costeiras como a capital e Cabo Frio. Essa condição se mantém para o período da noite, somente para as regiões costeiras, com uma redução das intensidade dos ventos para rajadas de até 80 km/h.

alerta ciclone Yakecan
Intensa rajadas de vento de até 100 km/h são previstas para o Rio de Janeiro

Na sexta-feira (19), não há mais potencial para ventos intensos e as rajadas da manhã, período com maior intensidade, não passam dos 60 km/h.