Semana de muito calor em boa parte do país e tempo instável no RS

O tempo ser mantém instável por boa parte da semana em parte da Região Sul. Temperaturas baixas e sensação de frio somente no Rio Grande do Sul. No restante do país o destaque fica para as temperaturas elevadas.

Tiago Robles Tiago Robles 09 Set. 2019 - 12:32 UTC
Bloqueio atmosférico mantém o tempo seco e quente em boa parte do país. Previsão de chuva somente para o leste do Nordeste e parte do Sul.

Nesta semana um padrão de bloqueio se estabelece e os sistemas frontais não conseguem avançar até a as regiões Centro-Oeste e Sudeste, resultando em uma semana de tempo seco e muito quente em boa parte do país. Frio previsto somente para o estado do Rio Grande do Sul.

Previsão do tempo até o meio da semana

Nesta segunda-feira (09), um sistema de baixa pressão, com centro no Uruguai, provoca temporais e chuvas volumosas ao longo do dia no país vizinho. No oeste do Rio Grande do Sul, o tempo fica instável com alerta de chuva mais intensa no início da tarde. No restante do estado, o sol aparece entre muitas nuvens e os ventos de norte proporcionam aumento da temperatura e máximas em torno dos 35°C na porção central do estado e na região metropolitana de Porto Alegre.

O dia também fica quente e ensolarado nas demais áreas da Região Sul, em boa parte do Sudeste, em todo o Centro-Oeste e metade sul e oeste da Região Norte. As temperaturas atingem os 40°C desde o noroeste do Paraná até o sul do Mato Grosso. No norte matogrossense, no sul do Pará em Rondônia, as máximas podem chegar aos 43°C. No Espírito Santo até o norte da Bahia, a circulação dos ventos de leste contribui para um dia mais nublado e com chuva fraca, o que deixa a sensação mais amena.

Na terça-feira (10), o dia fica mais agradável no Rio Grande do Sul. O deslocamento do sistema de baixa pressão para o oceano favorece a atuação de uma frente fria, que deixa o tempo nublado ao longo do dia na metade sul do estado, com chuva fraca a moderada somente nas regiões Oeste, Campanha e Sul. As temperaturas ficam mais amenas ao longo dia, proporcionando uma sensação mais agradável. Para o restante da Região, mudanças somente na parte da noite no sul catarinense, onde há previsão de chuva fraca e isolada.

Norte e oeste do Paraná, regiões Centro-Oeste e Sudeste, metade sul e oeste da Região Norte, as temperaturas se elevam mais e há previsão de recordes no estado do Mato Grosso, onde em Cuiabá as máximas podem chegar aos 43°C. No Mato Grosso do Sul, sul do Pará, estado do Tocantins, Rondônia, Acre, norte e oeste paulista as temperaturas ficam próximas dos 40°C. Condição mais amena somente no estado do Espírito Santo e no leste da Bahia, onde o tempo fica nublado e há previsão de chuva moderada na região metropolitana de Salvador.

Na quarta-feira (11), as chuvas aumentam no Rio Grande do Sul, ocorrendo já pela manhã com moderada a forte intensidade na metade sul e noroeste do estado. Na região metropolitana de Porto Alegre, além das chuvas ao longo do dia há risco para temporais no período da noite. Em Santa Catarina, previsão de chuva somente no sul do estado e mais para o fim do dia. Nas demais áreas da Região Sul, o tempo segue quente e ensolarado, bem como nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e boa parte do Norte.

Tendência para o restante da semana

Na quinta-feira (12), o tempo muda em boa parte da Região Sul. Há previsão de chuva e redução das temperaturas em boa parte do estado de Santa Catarina e do Paraná. No Rio Grande do Sul, o tempo se mantém instável e passa a chover no norte do estado, com sensação de frio para todo o território gaúcho.

Na Região Sudeste, também há previsão de mudança durante a noite somente no leste paulista e no Rio de Janeiro. No Centro-oeste, os ventos de sul contribuem para a diminuição das temperaturas, mas mesmo assim o dia continua quente.

Na sexta-feira (13), as mudanças ocorridas no dia anterior se mantêm, com um dia instável em boa parte da Região Sul e mais fresco no leste de São Paulo e no Rio de Janeiro. No restante do país, apesar de temperaturas mais baixas, o tempo seco e quente continua.

Publicidade