tempo.com

Previsão de dias consecutivos com massa de ar frio até o início de outubro

Massas de ar frio irão manter as temperaturas baixas em parte do centro-sul do país até os primeiros dias de outubro. O clima de inverno ainda será presente na Região Sul e em parte do Sudeste. Saiba mais detalhes aqui.

frio na primavera
Previsão de dias frio consecutivos até o início de outubro para a Região Sul e parte do Sudeste. Chuvas e massas de ar polar contribuem o cenário.

A última semana de setembro está sendo marcada por chuvas frequentes de até forte intensidade no centro-sul do país, devido à atuação de uma região de cavado que evolui para uma frente fria nos próximos dias.

Os eventos de frio nos próximos dias não trazem potencial para ocorrência de geadas. Há risco de um evento mais pontual somente nas regiões mais elevadas da Serra Catarinense.

Por este fato, que também uma massa de ar frio consegue avançar e influenciar a Região Sul e parte do Sudeste. Essa influência nos próximos dias sofre reforço também de outra massa de ar frio, resultando em dias consecutivos de baixas temperaturas que se estendem até os primeiros dias de outubro. A primavera de 2022 começou com clima de inverno!

A primeira incursão de ar polar

A partir da tarde da terça-feira (27), o ar frio proveniente da Argentina passa a influenciar o estado do Rio Grande do Sul. No entanto, é na madrugada da quarta-feira (28) que a massa de ar polar avança mais pela Região Sul, baixando as temperaturas até o norte do Paraná e mais para o início da manhã no leste de São Paulo e no Rio de Janeiro. Este mesmo sistema contribui para o transporte de umidade e para chuvas volumosas nos estados do Sudeste.

A influência do ar polar na Região Sul e no Sudeste se mantém ao longo de toda a quarta-feira (26). Na quinta-feira (29), o sistema frio se desloca para leste, mas mantém o ar frio sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, o Paraná e agora em todo o estado de São Paulo, o Rio de Janeiro e o de Minas Gerais.

Na sexta-feira (30), a massa de ar polar se afasta um pouco mais para o oceano e os ventos gélidos atingem mais o sul e leste do Rio Grande do Sul até o sul da Bahia. Mesmo assim, as temperaturas não conseguem subir muito nos estados do Sul e em São Paulo, em virtude do tempo nublado e das chuvas intensas.

Outubro inicia com mais uma massa de ar polar

Com o afastamento da primeira massa de ar polar para o oceano, uma região de cavado se forma e evolui para um ciclone extratropical e sua frente fria associada durante o sábado (01). Assim, no período da tarde, uma massa de ar polar ao sul do Uruguai, consegue transportar o ar frio pela Região Sul. Não se trata de um impacto intenso, mas é o suficiente para que as temperaturas não subam muito ao longo dia, mantendo uma sensação mais amena.

No domingo (02), a massa de ar polar continua mais ao sul, mas o ciclone extratropical contribui para levar o ar frio até o leste de São Paulo, o Rio de Janeiro e no máximo até o sul de Minas Gerais, mantendo à sua influência no Rio Grande e do Sul, em Santa Catarina, no sul e centro-leste do Paraná.

A influência costeira da massa de ar polar continua até segunda-feira (03) e deixando de ser tão influente a partir de terça-feira (04), quando as temperaturas começam a aumentar no centro-sul do Brasil.