tempo.com

Alerta: elevado volume de chuva em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais

Tempestades severas se formam no Sudeste ao longo dessa semana. Previsões indicam que os acumulados de chuva vão exceder, em poucos dias, o esperado para o mês de Setembro inteiro, causando alagamentos, deslizamentos e diversos outros problemas.

alerta de chuvas intensas tempestades severas sobre o Sudeste
Tempestades severas se formam no Sudeste ao longo dessa semana. Os acumulados de chuva vão exceder, em poucos dias, o esperado para o mês de Setembro inteiro.

A partir desta segunda-feira (26), um volume grande de chuva atingirá a região sudeste e trará acumulados altos de chuva especialmente para São Paulo, Rio de Janeiro e parte de Minas Gerais - que inclui o Triângulo Mineiro e o Sul do Estado.

Chuvas intensas e constantes se formarão ao longo de toda a semana. As tempestades trazem ainda rajadas fortes de vento (que, em média, podem chegar a 60 km/h) e um grande potencial para formação de granizo.

Essas condições de tempo severo podem causar cortes na energia elétrica, grandes estragos em plantações, queda de galhos de árvores, além de enchentes e alagamentos que bloquearão vias de acesso especialmente nas áreas urbanas.

Alertas para Minas Gerais

No território mineiro, as áreas que serão mais atingidas são o Sul de Minas e o Triângulo Mineiro. No Sul, os acumulados totais até a próxima quarta-feira (28) podem exceder os 100 mm de chuva.

Mapa de acumulados de chuva
Mapa de acumulados totais de precipitação previstos para os próximos dias. A chuva pode exceder os 100 mm em diversos municípios até quarta-feira (28), especialmente em SP, RJ e sul de MG.

Este valor significa que as chuvas depositarão, em poucos dias, um acumulado de chuva maior do que o normal para o mês inteiro de Setembro. Na estação meteorológica de Poços de Caldas, por exemplo, a média histórica de precipitação dos últimos 30 anos foi de 73,2 mm.

No Triângulo Mineiro, os acumulados de chuva ficam em torno de 60 mm. Já no Sul de Minas, os acumulados podem ultrapassar os 100 mm até quarta-feira (28).

Já no Triângulo Mineiro, as tempestades se formam de maneira mais esparsa e com menor intensidade, e os acumulados de chuva devem girar em torno dos 60 mm nos próximos três dias.

Alertas para São Paulo

Tempestades e grandes acumulados de chuva já atingem o Estado de São Paulo com força nesta segunda-feira (26), incluindo a capital paulista. Os acumulados totais ultrapassarão 100 mm de chuva em praticamente todo o Estado até dia 28.

Mapa de probabilidade de chuva em SP.
Mapa de probabilidade de chuva em São Paulo mostra que tempestades atingirão a maior parte do Estado já nesta terça-feira (26), com possibilidade de pancadas fortes durante a tarde.

Isso significa que, na maior parte dos municípios paulistas, o acumulado total de precipitação superará a média histórica do mês inteiro de setembro em pouquíssimos dias. Na estação meteorológica do Mirante de Santana (capital paulista), por exemplo, a média histórica para o mês de Setembro é de 83,3 mm.

Os acumulados de chuva de praticamente todo o Estado de São Paulo podem ultrapassar os 100 mm de chuva até quarta-feira (28), excedendo o total esperado para o mês de setembro inteiro.

Este grande volume de chuva quebra uma tendência de déficit hídrico que se mantinha desde o início do ano, já que a maioria dos meses de 2022 terminaram com chuvas abaixo da média em diversos municípios paulistas.

Alertas para o Rio de Janeiro

A previsão também indica um grande potencial para tempestades e tempo severo no Rio de Janeiro. As tempestades atingem o Estado de maneira mais intensa entre esta terça-feira (27) e a quinta-feira (29) e também podem exceder os 100 mm de chuva.

Mapa de probabilidade de chuva para RJ e sul de MG
Mapa de probabilidade de chuva no Rio de Janeiro mostra que tempestades podem atingir o Estado com força na quarta-feira (28), chegando também ao Sul Mineiro.

Novamente, há potencial para que os acumulados de chuva ultrapassem, em poucos dias, a média histórica dos últimos 30 anos. Em território carioca, os acumulados esperados para o mês de Setembro giram entre 60 e 140 mm de chuva.

Os acumulados de chuva no Rio de Janeiro, especialmente na Área Metropolitana e no Sul Fluminense, podem ultrapassar os 100 mm até quinta-feira (29).

Soma-se ainda o alto risco de deslizamentos de terra que a chuva intensa traz ao longo desta semana. Moradores em áreas de risco, como encostas, devem permanecer em alerta e tomar precauções.

Em casos de rajada de vento, não se abrigue debaixo de árvores ou quiosques pequenos, pois há risco de queda e de descargas elétricas durante as tempestades. Pelo mesmo motivo, evite estacionar veículos em áreas próximas a torres de transmissão e placas de propaganda. Durante uma tempestade, evite ainda circular em locais baixos, como marginais e áreas próximas a rios, pois há risco de alagamento.

Caso presencie situações que representam um risco grave ou emergência de qualquer tipo, contate imediatamente a Defesa Civil (telefone 199) ou o Corpo de Bombeiros (telefone 193).