tempo.com

Existiu água líquida em Marte muito antes do que se pensava!

Dados coletados pelo robô Zhurong na superfície de Marte sugerem que a água líquida estava presente lá muito antes do que se pensava.

Paisagem marciana com crateras
A água líquida fluiu em Marte não muito tempo atrás, em relação à escala geológica.

Já sabíamos que água líquida realmente fluiu em Marte há bilhões de anos atrás, mas, isso pode ter acontecido bem antes do que pensávamos. Dados coletados pelo Rover Zhurong na superfície de Marte sugerem que a presença de água no planeta vermelho é muito mais recente.

Uma missão espacial liderada pela China

O Rover Zhurong é um robô da agência espacial chinesa (CNSA) que pousou em Marte em maio de 2021, cerca de um ano atrás. Ele está em uma grande cratera no norte do planeta, chamada "Utopia Planitia", uma área pouco explorada até agora.

O robô pesa cerca de 240 kg e tem a forma de uma borboleta. Ao contrário das máquinas americanas como Curiosity ou Perseverance,o Zhurong não possui um braço articulado. Por outro lado, ele possui vários sensores, como uma câmera telescópica de microimagem ou um espectrômetro SWIR (infravermelho de ondas curtas), que é usado para observar os minerais presentes na superfície marciana.

É por meio dela que cientistas do Centro Nacional de Ciência Espacial de Pequim analisaram as rochas na superfície da cratera para encontrar minerais contendo água. Desta forma que foram descobertas rochas com tons leves de 'duricrust', que é a camada dura próxima à superfície do solo. Elas teriam sido formadas pelas atividades de uma quantidade significativa de água líquida, como o derretimento do gelo ou o aumento das águas subterrâneas.

Água líquida há 700 milhões de anos

Esta descoberta sugere que a água líquida parece ter persistido por muito mais tempo do que se pensava anteriormente. Até agora, os cientistas acreditavam que a presença de água líquida em Marte remonta a cerca de 3 bilhões de anos, durante o período Hesperiano.

Esses minerais descobertos na superfície de Marte pelo Rover Zhurong indicam a presença de água líquida há cerca de 700 milhões de anos, durante o período amazônico (época geológica recente do planeta nos últimos 3 bilhões de anos).

Esta nova pesquisa é um divisor de águas e, portanto, sugere que a superfície do planeta pode ter sido esculpida por água líquida durante sua história geológica recente. Essas informações podem parecer triviais, mas serão úteis na busca de uma fonte potencial de água para futuras missões no local.