tempo.com

Diferenças entre Icebergs e Geleira

As regiões polares cobrem a parte superior e inferior da Terra. O Pólo Norte é cercado pelo oceano Ártico e possui camadas de gelo. Já o Pólo Sul, na Antártica, trata-se de uma porção de terra coberta por uma camada de até 4 km de espessura de gelo.

Iceberg, Geleira
Quando grandes pedaços de gelo saem das geleiras, eles são chamados de icebergs.

Sabe-se que quase 77% da água doce do mundo faz parte das camadas de gelo, das quais aproximadamente 90% estão localizadas na Antártica e os outros 10% nas calotas polares da Groenlândia. Duas palavras que são comumente usadas para se referir a grandes massas de gelo são: iceberg e geleira; e muitas pessoas confundem estes termos.

Estas pessoas, evidentemente, vivem em lugares distantes destas condições de frio e, portanto, não conhecem as causas da formação de icebergs e geleiras, nem as diferenças em suas estruturas. Vamos destacar aqui as diferenças entre estes dois gigantes de gelo, que estão nas extremidades polares do nosso planeta.

Geleira

São enormes e espessas massas de gelo, formadas devido às temperaturas muito baixas e à queda de neve por longos períodos de tempo, o que garante sua perpetuação. Com o passar do tempo, que pode levar décadas ou séculos, a neve sobre o solo é comprimida pelo peso dos flocos que continuam a cair, depois ela se transforma em gelo e finalmente começa a formação de uma geleira.

Sua taxa de formação é muito superior à taxa de ablação (perda de material, detritos). As geleiras são encontradas nas cadeias montanhosas e tendem a reduzir de tamanho devido ao derretimento da neve durante o verão. Elas podem atingir dezenas a centenas de quilômetros de comprimento. A geleira Lambert-Fisher, na Antártica, tem 400 km de comprimento e 100 km de largura, sendo a maior do mundo.

As geleiras gigantes podem esculpir sulcos profundos no solo, criando grandes vales. Os geólogos, então, usam destes vales profundos para entender como tais geleiras se movimentaram desde o passado.

Além disso, as geleiras podem ter uma cor azulada. Isto acontece com o passar do tempo, uma vez que a neve acumulada e densa “expulsa” as bolhas de ar contidas em seu interior, gerando uma mudança na estrutura física dos cristais de gelo. Dessa forma, a geleira absorve a luz vermelha e a reflete a luz azul. Por outro lado, elas são excelentes reguladoras de temperatura do nosso planeta, pois absorvem a energia do sol (radiação), retendo o calor.

Iceberg

São pedaços de gelo que se desprendem de uma geleira ou de uma plataforma de gelo. Normalmente, poucos são visíveis na superfície do mar, enquanto que a grande maioria é transparente e se encontra nas áreas de Piélago, Mesopelágica e Batial (camadas oceânicas).

Embora os icebergs sejam pequenos pedaços que se separam das geleiras, alguns deles são tão grandes que excedem o tamanho de algumas geleiras pequenas. Eles são vistos regularmente flutuando nos oceanos, sob os efeitos dos fortes ventos e do movimento das correntes oceânicas.

Iceberg
Representação gráfica de um iceberg. O enorme bloco de gelo que saiu da Antártica em 2017 continua a progredir lentamente.

As principais diferenças entre um iceberg e uma geleira

A geleira é uma estrutura de gelo que pode ser permanente sobre a terra. Por outro lado, o iceberg é uma enorme massa de gelo que flutua na água do oceano.

Os icebergs não perduram por muito tempo e eventualmente derretem.

As geleiras estão localizadas em terra e, portanto, estão totalmente expostas. Por outro lado, os icebergs estão na água e parcialmente expostos; regularmente, 90% do iceberg permanecem submersos na água.