Mais calor para o Centro-Sul e chuvas intensas ainda ameaçam o ES

Nos próximos dias a aproximação de uma frente fria contribui para a atuação dos ventos de norte e, consequentemente, para o aumento das temperaturas em boa parte do Centro-Sul. Ao mesmo tempo, chuvas volumosas mantêm em alerta o Espírito Santo.

Tiago Robles Tiago Robles 20 Nov. 2019 - 16:47 UTC
O calor aumenta em boa parte do Centro-Sul e chuvas volumosas podem causar mais transtornos no Espírito Santo.

Essa semana tem sido marcada pelo padrão de tempo seco e quente no Centro-Sul e pela manutenção do tempo instável no Centro-Norte do país, com destaque para o estado do Espírito Santo que vem recebendo elevados volumes de chuva, ocasionando em alagamentos, inundações e deslizamentos de terra.

A exceção no Centro-Sul fica para toda a faixa leste que do Rio Grande do Sul até o Rio de Janeiro, onde o efeito da circulação marítima, que transporta umidade do oceano para o continente, contribui para um tempo mais nublado e ameno. Até o fim da semana, o cenário se mantém, porém com pequenas alterações. A seguir os detalhes.

Destaques para os próximos dias

Na quinta-feira (21), o tempo fica firme e ensolarado em boa parte da Região Sul e nos estados do Mato Grosso do Sul e de São Paulo. As temperaturas continuam elevadas e a sensação é de abafamento já no fim da manhã. Na faixa leste que vai de Santa Catarina até o Rio de Janeiro, o predomínio é de tempo nublado e com chuva fraca e isolada. A sensação é mais amena somente no litoral paulista, já nas demais localidades o dia fica abafado.

No restante das regiões Centro-Oeste e Sudeste, bastante nebulosidade pela manhã com chuvas isoladas de moderada intensidade no norte de Minas Gerais, de Goiás e no leste e norte do Mato Grosso. A região do Triângulo Mineiro o tempo segue firme. Já no Espírito Santo, o dia começa com chuvas de moderada a forte intensidade, com alerta para o sul do estado, onde há potencial para transtornos já pela manhã.

A partir do meio da tarde, a previsão é de pancadas de forte intensidade no centro-leste e norte de São Paulo, em todo o estado de Minas Gerais, no Rio de Janeiro de forma mais isolada e no Espírito Santo, onde há grande potencial para alagamento, inundações e novos deslizamentos. Em Goiás e no mato Grosso, chove em todas as regiões também na forma de pancadas. Já no Mato Grosso do Sul, somente a porção centro-norte possui previsão de chuva isolada.

A sexta-feira (22) é o dia da mudança para o Rio Grande do Sul. Uma frente fria avança pelo Uruguai e, pela manhã, já provoca chuvas nas regiões gaúchas Oeste, Campanha e Sul. São chuvas isoladas que não trazem potencial para transtornos, mas aliviam o calor. O sistema atinge todo o estado a partir do meio da tarde, provocando chuvas muito pontuais e de curta duração. Alerta somente para a região metropolitana de Porto Alegre, onde há chance de temporal é maior. No fim do dia, a sensação já é mais agradável em todas as regiões.

Já para o restante da Região Sul, estado do Mato Grosso e centro-oeste paulista, tempo firme e de bastante calor. Já nos demais estados do Centro-Oeste, do Sudeste, leste e norte de São Paulo, a previsão de chuvas de moderada a forte intensidade a partir do meio da tarde se mantém. No Espírito Santo, o potencial para transtornos diminui, mas na parte da tarde ainda há riscos para chuvas mais intensas.

Publicidade