Frio intenso, temperaturas negativas e risco de geada no Centro-Sul

Semana de muito frio e temperaturas negativas, que trazem previsão para formação de geadas na Região Sul. No Centro-Oeste e no Sudeste, o frio também será destaque, mas não há alerta para ocorrência de geada.

Tiago Robles Tiago Robles 12 Ago. 2019 - 12:31 UTC
Massa de ar polar intensa derruba as temperaturas ao longo da semana e há possibilidade de geada generalizadas.

Durante a madrugada desta segunda-feira (12), uma frente fria passou a atuar sobre o Rio Grande do Sul e vem provocando chuvas de fraca a moderada intensidade, com acumulados de no máximo 20mm no leste do estado até o momento.

O Sistema já provoca mudanças no tempo no sul catarinense e a previsão é de que não avance muito ao longo do dia, mantendo o tempo nublado e com chuva na metade norte e leste do Rio Grande do Sul, oeste e sul de Santa Catarina. Há alerta de chuvas volumosas a partir no fim da tarde na serra, litoral sul e leste do Rio Grande do Sul.

No Centro-Oeste e no Sudeste, tempo firme e ensolarado com temperatura elevadas. Para o Nordeste, os ventos de leste continuam a atuar, mas desta vez, provocam chuva ao alongo do dia em toda a faixa leste.

Previsão para a semana

Na terça-feira (13) a frente fria se encontra pela manhã sobre Santa Catarina e o Paraná e avança no decorrer do dia para o Sudeste. Previsão de tempo nublado e frio no Paraná e leste de Santa Catarina, com tempo firme, ensolarado e gelado nas demais áreas da Região Sul. Há risco para formação de geada na Campanha e no Sul Gaúcho.

No leste de São Paulo a mudança do tempo ocorre já pelo fim da manhã, com aumento da nebulosidade, ocorrência de chuva fraca e, principalmente, diminuição das temperaturas. Por volta do meio da tarde o sistema chega ao Rio de Janeiro, onde há risco de chuvas volumosas durante a noite. A mudança do também ocorre nas demais áreas do estado de São Paulo e no Mato Grosso do Sul, com aumento da nebulosidade, sem ocorrência de chuva e sensação de frio.

Mas é na quarta-feira (14) que o centro da massa de ar polar se encontra sobre o Rio Grande do Sul. Previsão de geada de moderada a forte intensidade em todo o território gaúcho, oeste, centro e sul de Santa Catarina, metade sul e oeste do Paraná. Há possibilidade de temperaturas negativas serem registradas em várias localidades da Região Sul.

Os ventos de sul ajudam a transportar o ar gélido até o Acre, proporcionando sensação de frio em todo o Centro-Oeste e Sudeste, sendo, neste último, havendo previsão de tempo nublado e chuva na faixa leste de São Paulo, no Rio de Janeiro, Espírito Santo e metade leste de Minas Gerais. No Nordeste, o frio chega somente no fim do dia no sul da Bahia.

Na quinta-feira (15), a frente fria avança pelo leste da Bahia e a massa de ar polar se encontra sobre o oceano, mas mesmo assim as temperaturas continuam baixas no Centro-Sul. Tempo nublado e com chuva fraca, alternando com períodos de melhoria, do leste de Santa Catarina até o sul da Bahia. Entre Porto Seguro e o norte baiano, a frente fria, além de manter o dia nublado e frio, provoca chuvas de moderada a forte intensidade.

No Centro-Oeste e nas demais áreas do Sul e do Sudeste, o tempo firme predomina com sensação de frio ao longo do dia. Há risco para formação de geada fraca em todo o Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina, sul e sudoeste do Paraná.

Na sexta-feira (16), o perde intensidade e o tempo firme volta a predominar na Região Sul e boa parte do Sudeste, com dia nublado e chuva fraca somente no Espírito Santo. No leste do Nordeste os ventos de leste continuam a atuar e há previsão de chuva de fraca a moderada intensidade desde o sul da Bahia até Recife.

Publicidade