Fim de semana: risco de temporais aumenta no Sudeste

A passagem de uma frente fria aumenta o risco de chuvas intensas em boa parte do Sudeste durante o fim de semana. Já no Sul, o destaque é para o alívio do calor. Contamos mais destaque da previsão para todo o Brasil aqui.

Tiago Robles Tiago Robles 22 Nov. 2019 - 12:27 UTC
Frente fria aumenta a chance de temporais e chuvas volumosas na Região Sudeste. Alerta também paras a Região Centro-Oeste e estado da Bahia.

A partir desta sexta-feira (22), uma frente fria avança pela Região Sul, provocando pancadas isoladas em todo o Rio Grande do Sul e a partir do fim da tarde no sul e oeste de Santa Catarina. Há potencial para temporais, principalmente no centro, norte e leste gaúchos.

No restante do país o destaque fica para as chuvas na parte da tarde que podem ocorrer na forma de temporais desde o estado do Amazonas até todo o leste do Sudeste. Ontem (21), foi declarado estado de calamidade pública na região de Santa Leopoldina, no Espírito Santo próximo a divisa com Minas Gerais, em decorrência das chuvas nos últimos dias, que ocasionaram na morte de uma criança por soterramento. As chuvas de hoje podem causar novos transtorno no território capixaba, no leste de mineiro e no norte do Rio de Janeiro.

Destaques para o fim de semana

No sábado (23), a frente fria avança de forma costeira sobre as regiões Sul e Sudeste. Devido à presença de uma região de cavado, o dia fica nublado na porção central, de oeste a leste, do Rio Grande do Sul e em toda a faixa leste. Há previsão de chuvas fraca somente nas localidades do centro-leste. Nos estados de Santa Catarina e do Paraná, sol entre muitas nuvens pela manhã no centro e leste e previsão de pancadas na parte da tarde, que podem ocorrer na forma de temporais.

No Centro-Oeste e no Sudeste, a presença da frente fria no oceano contribui para a organização da umidade em boa parte dessas regiões. Previsão de chuvas de fraca a moderada já pela manhã no centro-sul de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro, norte e leste de São Paulo, no Rio de Janeiro, oeste do Espírito Santo, metade sul de Goiás, norte e leste do Mato Grosso.

A partir da tarde, as instabilidades passam a ganhar força e há riscos para temporais nessas áreas, com maiores volumes previstos para os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e leste de Minas Gerais a partir do fim da tarde. Temporais isolados também ocorrem nas demais áreas do Mato Grosso e no norte do Mato Grosso do Sul.

No domingo (24), a frente fria se encontra na altura do sul da Bahia e norte do Espírito Santo. Previsão de chuva ao longo do dia no sul e oeste baianos. Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo e no estado de Goiás. A partir da tarde, chuvas volumosas trazem potencial para transtornos no sul da Bahia e temporais localizados atingem o estado de Goiás, norte mineiro, sudeste do Mato Grosso e norte do Mato Grosso do Sul.

No Centro-Sul, as temperaturas ficam amenas e devido à circulação marítima, na faixa leste que vai do norte do Rio Grande do Sul até o Rio de Janeiro, o tempo fica nublado com ocorrência de chuva fraca somente pela manhã. No Espírito Santo, as chuvas volumosas dão uma trégua para a metade sul do estado, no entanto, nas áreas mais ao norte há potencial para pancadas de forte intensidade no período da tarde.

Publicidade