Fim de semana: chuvas volumosas no SE e CO e mudanças no S

Neste fim de semana de transição as chuvas continuam a trazer risco para transtornos nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. No Sul, a passagem de uma frente fria traz mudanças com possibilidades de pancadas isoladas. Confira os detalhes.

Tiago Robles Tiago Robles 29 Nov. 2019 - 12:16 UTC
alerta de temporais
Frente fria muda o tempo na Região Sul e chuvas volumosas ainda levam risco para transtornos no Centro-Oeste e no Sudeste.

A formação de um cavado contribuiu para a manutenção do tempo instável no Brasil Central e, principalmente, na região Sudeste, onde no do dia de ontem (28) foram registrados os maiores acumulados do país, com volumes de 50 a 80 mm no sul de Minas Gerais e na região do Triângulo Mineiro.

Já na Região Sul, o destaque dos últimos dias foram as baixas temperaturas ao longo da madrugada e mínimas negativas na serra catarinense e próximas a 0°C nos pontos mais elevados da serra gaúcha.

A tendência para os próximos dias é de manutenção desse cenário, com chuvas concentradas no Brasil Central e passagens rápidas de sistemas frontais na Região Sul, que contribuem para pancadas e para temperaturas mais baixas. Vamos aos destaques para o fim de semana.

Alertas e destaque para o fim de semana

No sábado (30), durante a madrugada uma frente fria avança pelo Uruguai e chega ao Rio Grande do Sul. No início da manhã, previsão de chuvas de fraca a moderada intensidade no centro-sul e oeste do estado e, no decorrer do período, passa a chover de forma isolada em todo o estado. Na parte da tarde, o tempo firme volta a predomina na metade sul e se mantém nublado no norte e nas áreas mais ao leste. No fim do dia, pancadas isoladas e de curta duração ocorrem no sul e no meio de Santa Catarina. No estado do Paraná, o tempo firme predomina, com aumento da nebulosidade no norte e possibilidade de pancadas isoladas no final da tarde.

No Centro-Oeste e no Sudeste, o tempo fica nublado em boa parte dessas regiões com chuvas de moderada a forte intensidade ocorrendo já pela manhã no sudeste e leste do Mato Grosso, no norte do Mato Grosso do Sul, metade sul de Goiás, norte de São Paulo, centro-sul de Minas Gerais e no Triângulo Mineiro.

Na parte da tarde, as instabilidades ganham força e as chuvas se tornam mais abrangentes levando riscos para alagamentos e inundações no centro-norte e leste paulista, em todo o estado de Minas Gerais, com chuvas isoladas nas áreas mais ao norte, no Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo, em Goiás, centro-norte e leste do Mato Grosso e em praticamente todo o estado do Mato Grosso, com exceção para as aeras do noroeste.

No domingo (01), duas áreas de cavado atuam no Brasil: uma na Região Sudeste e a outra na Região Sul. Previsão de chuvas isoladas pela manhã na faixa central do oeste a leste do estado do Rio Grande do Sul. Na parte da tarde, pancadas isoladas de forte intensidade podem causar transtornos no norte gaúcho e em todas as regiões de Santa Catarina e do Paraná.

Nas regiões do Centro-Oeste e do Sudeste, mais um dia instável com chuvas isoladas de fraca a moderada intensidade já pela manhã em praticamente todo o Sudeste, com exceção para o oeste, sul e leste de São Paulo. No Centro-Oeste, chuvas somente no sul de Goiás e no nordeste do Mato Grosso do Sul. Na parte da tarde, novamente há alertas para temporais em todo o território mineiro, no Espírito Santo, no norte paulista, no sul goiano e no norte sul-mato-grossense. Pancadas isoladas atingem o Rio de Janeiro, o Mato Grosso e as demais regiões do Mato Grosso do Sul.

Publicidade