tempo.com

Chuvas intensas ainda deixam em alerta o Sudeste até o meio da semana

A previsão para ao longo da semana é de redução das chuvas na Região Sudeste. No entanto, nesta terça-feira e quarta-feira, ainda há potencial para eventos intensos e volumosos, especialmente no leste de São Paulo e no Rio de Janeiro.

alerta de temporais e chuvas intensas
Alerta de chuvas intensas e de temporais ainda para a região Sudeste. Há potencial para alagamentos, inundações e deslizamentos.

Após a passagem de uma frente fria de forma oceânica e da formação de uma baixa pressão entre as regiões Sul e Sudeste, as chuvas ocorreram de forma mais organizada na última segunda-feira (05), com eventos expressivos e volumosos.

As chuvas ocorreram mais no estado de São Paulo, no sul de Minas Gerais, na região Triângulo Mineiro e no sul do Rio de Janeiro, com acumulados chegando até os 55 mm no sul mineiro e no leste paulista, segundo os pluviômetros do INMET e do Cemaden.

Mesmo com o aumento da irregularidade da precipitação, ainda há alerta e potencial de transtornos na Região Sudeste, em especial para o leste de São Paulo e o Rio de Janeiro, onde há maior potencial de chuva intensas e de temporais.

Terça-feira: chuvas intensas e temporais

Nesta terça-feira (06), ainda há uma baixa pressão entre Santa Catarina, o Paraná e o estado de São Paulo, que contribui na organização da umidade e principalmente das instabilidades.

Com a ocorrência das chuvas intensas, não se descarta o potencial para alagamentos, inundações e deslizamentos de terra.

Pela manhã, previsão de chuvas de fraca a moderada intensidade em todas as regiões paulistas, no sul do Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais. No decorrer do período há potencial de eventos mais intensos no leste de São Paulo e no sul mineiro. Na região do Triângulo Mineiro e metropolitana de Belo Horizonte, as chuvas ocorrem de forma mais isolada.

alerta de temporais sudeste
Previsão de chuva do modelo ECMWF para a tarde de terça-feira, 06 de dezembro.

A partir da tarde, as instabilidades se intensificam, contribuindo para chuvas mais intensas e com elevado potencial para transtornos. Alerta para para todas as regiões do estado de São Paulo, para o Triângulo Mineiro, o centro-sul de Minas Gerais, que inclui a região de Belo Horizonte, e para o sul do Rio de Janeiro. No restante do território fluminense, a chuva acontece de forma mais isolada, mas não se descarta a possibilidade de temporais.

No período da noite, a precipitação diminui e passa a acontecer de forma mais isolada e pontual. No entanto, algumas regiões podem receber chuvas de fraca a moderada intensidade como no centro-norte e oeste de São Paulo, na faixa litorânea paulista e no Rio de Janeiro.

Quarta-feira: chuvas deixam em alerta o Rio de Janeiro e parte de Minas Gerais e de São Paulo

Com o afastamento da baixa pressão para o oceano, as chuvas na quarta-feira (07) atingem uma menor parcela do Sudeste, mas com maior intensidade o estado do Rio de Janeiro. No entanto, parte do estado de São Paulo e de Minas Gerais ainda podem receber chuvas intensas e temporais.

Para o Rio de Janeiro, a quarta-feira será o dia com maior potencial para transtornos. Atenção ao riso de inundações, enxurradas e deslizamentos de terra.

Pela manhã, núcleos mais isolados de chuvas de até moderada intensidade atingem o norte de São Paulo e o sul e região da Zona da Mata de Minas Gerais. No Rio de Janeiro, a precipitação acontece de forma mais abrangente e com até forte intensidade.

alerta de temporais e de chuvas volumosas
Acumulado de precipitação até a noite de quarta-feira, mostra a maior concentração das chuvas no Sudeste e norte da Região Sul. Os volumes chegam próximos dos 100 mm.

A partir da tarde, há novamente a intensificação das instabilidades e o risco de chuvas intensas e de temporais. Alerta para o norte e leste de São Paulo, região do Triângulo Mineiro, centro-sul de Minas Gerais, toda a faixa oeste e região da Zona da Mata mineira, e para o Rio de Janeiro.

No período da noite as chuvas diminuem nessas áreas e passa a ocorrer no restante do estado de Minas Gerais e no Espírito Santo.