Calor diminui no Sul e chuvas volumosas continuam no Sudeste

Nos próximos dias uma frente fria avança pelo Centro-Sul dando alívio ao calor no Sul e contribuindo para a manutenção das chuvas no Brasil Central. Maiores volumes de chuva ocorrem no Sudeste.

Tiago Robles Tiago Robles 11 Dez. 2019 - 13:37 UTC
Frente fria avança pelo Centro-Sul mantendo o tempo instável no CO e SE e amenizando a sensação no em boa parte do Sul.

Quarta-feira (11) de muito calor no Sul e chuvas intensas no Sudeste. Durante a madrugada e primeira parte da manhã chuvas de moderada a forte intensidade atingiram os estado do Mato Grosso do Sul, centro-sul de Minas Gerais e no norte do Rio de Janeiro. No Sul, pancadas isoladas intensas ocorreram no oeste e no leste do Paraná.

Na parte da tarde, destaque para o calor na Região Sul em especial para o estado do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina, onde as máximas atingem valores entre 35 e 37°C. No Paraná, pancadas isoladas ocorrem em todo o estado, com risco maior para transtornos na porção norte.

No Sudeste e no Centro-Oeste, risco de temporais no oeste, norte e leste paulista, centro-sul de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro, centro-sul de Goiás, sul e leste do Mato Grosso do Sul. Durante a noite e a madrugada, alerta de chuvas intensas e potencial para alagamentos e inundações no centro-sul mineiro, no norte do Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Alertas e destaques para a quinta-feira e a sexta-feira

Na quinta-feira (12), uma frente fria passa a atuar no Rio Grande do Sul trazendo mudanças para o estado. Previsão de chuvas isoladas pela manhã na metade norte e oeste, com redução das chances de chuva na parte da tarde. O sistema provoca mais nebulosidade do que chuva. A boa notícia é que a sensação fica mais amena a partir do fim do dia. Nos demais estado da Região, chuvas de fraca intensidade ocorrem pela manhã no oeste e norte de Santa Catarina e de moderada a forte intensidade no norte do Paraná. Na parte da tarde, há risco de temporais no oeste e norte catarinenses e no leste do Paraná.

No Centro-Oeste e Sudeste, as chuvas continuam a ocorrer de forma isolada no início da manhã no Mato Grosso do Sul, sudeste do Mato Grosso, sul de Goiás e centro-sul de Minas Gerais. Na parte da tarde, pancadas de forte intensidade ocorrem de forma isolada, mas com potencial para transtornos nas regiões citadas, com acréscimo do oeste e noroeste do Mato Grosso, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo.

Na sexta-feira (13), com o avanço da frente fria de forma costeira em direção ao Sudeste, uma massa de ar mais frio e seco passa a atuar em parte da Região Sul, promovendo diminuição das temperaturas e predomínio de tempo firme. A presença de um cavado contribui para a formação de instabilidades na parte da tarde e para pancadas isoladas no oeste e leste de Santa Catarina e no leste e norte paranaenses.

No Centro-Oeste e no Sudeste, o sistema frontal contribui para a manutenção do tempo instável sobre boa parte dessas regiões. Previsão de chuva de fraca a moderada intensidade no leste paulista, no centro-sul de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro, sul de Goiás e no oeste do Mato Grosso. Na parte da tarde, risco de temporais nessas áreas, no Rio de Janeiro e no norte do Mato Grosso do Sul.

Publicidade