Antes da onda de frio há alertas de tempo severo para o Sul e Sudeste

Processo de formação de ciclone traz potencial de temporais entre as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O tempo severo antecede a incursão da intensa massa de ar polar. Confira os detalhes.

Antes da tão fala onda de frio, há alertas de tempo severo para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste devido a formação de um ciclone extratropical.

Uma intensa mudança do tempo no centro-sul do país está prestes a acontecer, com o avanço de uma frente fria e a tão falada onda de ar frio na próxima semana que, até o momento, traz grande potencial para geadas e até mesmo a possibilidade de neve.

No entanto, antes da incursão do ar polar, o processo de formação de um ciclone extratropical e de sua frente fria associada proporciona alertas de tempo severo entre as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste já neste fim de semana.

Formação da frente fria e os alertas de tempo severo

Na madrugada deste sábado (14), instabilidades associadas a uma região de cavado no Paraguai provocam temporais no país e no extremo oeste do Mato Grosso do Sul. No início da manhã a região de cavado começa a se estender, mas o tempo fica instável também no oeste da Região Sul.

alertas de temporais e chuvas intensas no três estados da Região Sul, no Mato Grosso do Sul, em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Não se descarta a possibilidade de queda de granizo.

Assim, pela manhã há alerta de temporais no noroeste e região central do Rio Grande do Sul, no extremo oeste dos estados de Santa Catarina e do Paraná e no centro-oeste do Mato Grosso do Sul. No sul gaúcho e região metropolitana de Porto Alegre, também há mudança no tempo, mas através de chuvas de fraca intensidade, ocorrendo no máximo de forma moderada.

No período da tarde, não há um deslocamento da região de cavado, mas há uma intensificação, o que proporciona um aumento da intensidade das chuvas e o espalhamento das instabilidades, no oeste e centro-sul do Mato Grosso do Sul, no oeste e norte do Paraná, no oeste de Santa Catarina, no noroeste, norte e leste do Rio Grande do Sul. No estado de São Paulo, pancadas isoladas podem ocorrer no oeste.

No período da noite e madrugada de domingo (15) que se inicia a grande mudança. A região de cavado avança pela Região Sul e se intensifica, dando origem a uma baixa pressão que afeta até a Região Sudeste.

Assim, por volta do fim da noite e durante a madrugada, há previsão de chuvas desde a metade norte e leste do Rio Grande do Sul, em todas as regiões de Santa Catarina, do Paraná, do estado de São Paulo, no leste do Mato Grosso do Sul.

Alertas para a possibilidade de temporais e chuva forte no norte de Santa Catarina, no sul e norte do Paraná, no centro-leste do Mato Grosso do Sul e em todo o estado de São Paulo.

Na noite de domingo o ciclone extratropical provoca rajadas de ventos de até 80 km/h

No decorrer da manhã, o ciclone se forma juntamente com a sua frente fria. Tempo instável em toda a Região Sul, com chuva fraca e pontual ocorrendo no norte e leste do Rio Grande do Sul e em praticamente todo o estado de Santa Catarina e Paraná. No norte catarinense e nos extremos leste e norte paranaenses há previsão de chuvas de moderada a forte intensidade.

No leste do Rio Grande do Sul até o sul de Santa Catarina há possibilidade de rajadas de até 80 km/h na noite de domingo.

Já na Região Sudeste e no Centro-Oeste, as chuvas continuam com fraca a moderada intensidade na metade norte do Mato Grosso do Sul e em boa parte do estado de São Paulo, com manutenção da precipitação mais intensa no norte e leste paulista. No Triângulo Mineiro, sul de Minas Gerais e no sul do Rio de Janeiro, passa a chover e não se descarta a ocorrência de temporais.

Os ventos no domingo atuam de quadrante sul e já transportam o ar gélido para a o centro-sul, principalmente para a Região Sul

No decorrer da tarde, o tempo começa a ficar mais firme em toda a Região Sul e no Mato Grosso do Sul. Já no centro-norte e leste de São Paulo, centro-sul de Minas Gerais, região do Triângulo Mineiro e no Rio de Janeiro, há alertas de temporais e chuvas intensas, atingindo a região metropolitana de Belo Horizonte e da capital fluminense entre o meio e o fim do período.

No período da noite, a frente fria já se encontra mais avançada, mas chuvas de moderada a forte intensidade ainda podem ocorrer no centro-sul de Minas Gerais, no Rio de Janeiro e de forma mais pontual no norte e nordeste de São Paulo.