Onde ocorrem as tempestades mais severas do Brasil?

Tempestades podem apresentar ventos fortes, grandes valores pluviométricos, descargas elétricas, granizo, rajadas de vento. Apesar de assustadoras, nem todas são consideradas severas.

Davi Moura Davi Moura 22 Dez. 2018 - 10:33 UTC
Algumas tempestades possuem correntes de ar ascendentes tão intensas que podem penetrar na estratosfera.

A tempestade se trata de uma nuvem do tipo cumulonimbus. Os cumulonimbus podem nascer e se desenvolver de forma isolada (tempestade isolada), em grupo (tempestade multicélula) ou, em caso de forte cisalhamento vertical do vento, tornar-se uma imensa célula isolada (supercélula). Toda tempestade requer 3 condições básicas para a sua formação:

  • Umidade em baixos e médios níveis da troposfera.
  • Instabilidade atmosférica.
  • Fonte para levantamento da parcela de ar (livre ou forçada).

Ciclo de Vida das Tempestades

O ciclo de vida de uma tempestade pode ser dividido em 3 estágios:

  • Estágio Cumulos – Fase inicial da nuvem. Não há presença de precipitação.
  • Estágio de Maturação – Se inicia quando a precipitação toca a superfície. Nesta fase, a nuvem alcança seu desenvolvimento máximo.
  • Estágio de Dissipação – Fase final da vida da nuvem. A umidade relativa no ambiente da nuvem cai, a precipitação diminui até parar e o que sobrou da nuvem evapora.

Tempestades Severas no Brasil

De acordo com o serviço nacional de tempo dos Estados Unidos da América (U.S National Weather Service) pelo menos um dos critérios abaixo deve ocorrer para que uma tempestade seja classificada como severa:

  1. Granizo com no mínimo 2,5 cm de diâmetro.
  2. Ventos na superfície de no mínimo 93 km/h.
  3. Presença de nuvem funil ou tornado.

No Brasil, os episódios mais significantes de tempestades severas estão concentrados na região laranja do mapa abaixo. Em especial, São Paulo e os estados do sul do Brasil fazem parte do corredor de tornados da América do sul (região com alta probabilidade de ocorrência do evento).

As regiões do Brasil com maior ocorrência de tempestades severas em laranja. Fonte: Adaptado de Nascimento e Doswell, 2005.

As tempestades são importantes para o tempo e o clima por transportar calor, umidade e momentum para os outros níveis da troposfera. Basicamente, as tempestades nascem para diminuir a instabilidade atmosférica. Portanto, por mais assustadora que seja, a tempestade é apenas a forma da natureza buscar a neutralidade.

Publicidade