tempo.com

Zephyr: o drone que quebrou o próprio recorde de resistência

Uma espécie de drone super-leve, de alta altitude, 100% elétrico e movido a energia solar, o Airbus Zephyr S, acabou de superar seu próprio recorde de resistência sobrevoando uma região há mais de 40 dias, sem precisar aterrissar para reabastecer.

drone Airbus Zephyr
O drone Airbus Zephyr S é capaz de voar em altas altitudes por vários meses, sem nencessidade de ser recarregado! Foto: Airbus.

O revolucionário drone Zephyr, um sistema aéreo não tripulado 100% elétrico da empresa Airbus e testado pelo Exército dos Estados Unidos (EUA), bateu seu próprio recorde de tempo de voo mais longo sem tripulação, ficando mais de 40 dias no ar, acima do deserto de Sonora, EUA.

O drone Airbus Zephyr já quebrou uma série de recordes, como a maior altitude alcançada por um sistema aéreo não tripulado, atingindo a estratosfera, e agora a maior duração de um voo não tripulado, de mais de 40 dias!

O Airbus Zephyr S, é um tipo de drone de alta altitude movido por energia solar, com uma envergadura de 25 metros e peso de 75 quilos. Este modelo mais recente é considerado o primeiro sistema aéreo não tripulado estratosférico solar-elétrico do mundo, capaz de voar a uma altitude de 21 mil metros, muito acima da rota de voos convencionais, por meses, sem necessidade de recarregamento e nenhuma emissão de carbono!

A aeronave decolou do campo militar Yuma Proving Ground no estado do Arizona, EUA, no dia 15 de junho e desde então voa sobre o Yuma Test Range e o Kofa National Wildlife Refuge, já passando mais de 40 dias sobrevoando a região. Com isso, Zephyr quebrou seu próprio recorde anterior de 25 dias e 23 horas de voo, estabelecido em agosto de 2018.

O voo de 2018 já havia alcançado vários marcos adicionais, além de maior duração de voo, como seu primeiro voo sobre a água, primeiro voo no espaço aéreo internacional, o voo contínuo mais longo controlado por comunicações via satélite e o voo mais distante de seu ponto de decolagem. Mais tarde, em 2021, a aeronave superou sua altitude máxima programada de 21 mil metros, chegando a 23 195 metros num voo sobre o Arizona, um recorde para qualquer sistema aéreo não-tripulado!

O Zephyr pode transportar uma ampla gama de cargas úteis de até 22.5 quilos, como uma diversidade de sensores ópticos, infravermelhos, radares e sistemas de alerta precoce, podendo vigiar uma fatia de terreno de 20 x 30 quilômetros com todos os tipos de instrumentos ou fornecer cobertura de telecomunicações equivalente a 250 torres de telefonia celular.

Dessa forma, são inúmeras suas utilidades, podendo ser usado para fins militares de segurança e vigilância de fronteiras, pode servir como uma plataforma de retransmissão de comunicações entre outras aeronaves/satélites e estações terrestres, funcionando como um pseudo-satélite, além de poder obter importantes dados climáticos e do ambiente que sobrevoa.

Segundo os responsáveis pelo voo, em breve Zephyr terá que retornar à base, mesmo que ainda tenha bateria suficiente para continuar voando e quebrando recordes. O motivo, um novo desafio o aguarda! Uma nova missão já está programada: o drone será lançado nas próximas semanas em uma viagem pelo Oceano Pacífico carregando uma carga especial desenvolvida pelo exército dos EUA.