tempo.com

Portugal: orcas atacam um veleiro e o afundam!

Quatro pessoas tiveram de ser resgatadas por outra embarcação quando o seu veleiro foi atacado por um grupo de orcas. Após 45 minutos de luta implacável, o barco acabou por afundar.

Ataque Orcas Portugal
A orca é um mamífero marinho da família dos odontocetos. As orcas selvagens não são uma ameaça para o homem normalmente.

Na terça-feira, 1 de novembro, quatro amigos decidiram embarcar no seu veleiro de 12 metros. Ao meio-dia, enquanto navegavam perto do porto de Viana do Castelo, a cerca de 15 milhas náuticas (cerca de 25 km) do Porto em Portugal, um grupo de orcas aproximou-se perigosamente da embarcação.

Os marinheiros, originários de França, contaram aos meios de comunicação locais que havia "pelo menos cinco orcas, incluindo uma fêmea com a sua cria". Muito agressivos, os cetáceos atacaram então o barco com repetidos ataques brutais durante 45 minutos!

"De uma forma metódica, as orcas batiam no casco. Deparamo-nos com uma fuga de água e um buraco de mais de 80 centímetros na popa", revela um dos marinheiros ao Le Télégramme. O seu reflexo foi cortar o motor e as baterias para acalmar os animais.

Mas a ação não teve o efeito desejado. Os quatro amigos acabaram pedindo ajuda e saltaram para bordo de um bote salva-vidas, enquanto o veleiro afundava na água. Felizmente para eles, um outro veleiro, desta vez sueco, que ia em direção a Tenerife, conseguiu socorrê-los.

Ninguém ficou ferido, embora a viagem pudesse ter terminado em tragédia. A Autoridade Marítima Nacional Portuguesa (AMN), que rebocou o naufrágio, assegurou ao meio de comunicação local Faro de Vigo "que não foi detectada qualquer poluição em resultado do naufrágio".

Como se pode explicar um ataque deste tipo por parte de orcas? Entrevistado pelo Le Télégramme, o diretor da Associação para a Conservação dos Mamíferos e Aves Marinhas na Bretanha disse que havia duas explicações para este ataque surpreendente.

A primeira explicação é que estes ataques - que se têm multiplicado ao longo dos últimos dois anos - provêm de um único grupo. A segunda explicação é que os mamíferos marinhos sentem-se ameaçados por um tipo de leme (parte do leme de um navio) porque cria "uma frequência particular".

Outros cientistas acreditam que o ataque poderia ter sido o ensino da caça ou de um jogo para as orcas. Mas é, de momento, impossível explicar o que realmente causou este evento.