tempo.com

Navios da Segunda Guerra Mundial surgem das profundezas do oceano!

A forte erupção do vulcão subaquático Fukutoku-Okanoba no Japão trouxe para a superfície lembranças fantasmagóricas da 2ª Guerra Mundial: 24 navios de guerra que haviam sido afundados na batalha de Iwo Jima!

Navios Segunda Guerra Mundial
Imagens feitas por helicópteros mostram os pedaços dos navios da 2ª Guerra Mundial que surgiram após a erupção do vulcão subaquático no Japão. Crédito da imagem: Lance Cpl. Courtney White / Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos.

Imagina se deparar com dezenas de navios abandonados e destruídos, com aspecto fantasmagórico na costa?! Pois isso ocorreu no Japão! A intensa atividade sísmica de um vulcão revelou para superfície dezenas de navios fantasmas da 2ª Guerra Mundial que estavam afundados no Pacífico!

Em agosto deste ano o vulcão subaquático Fukutoku-Okanoba que fica cerca de 25 metros abaixo da superfície do oceano Pacífico, localizado 5 km a norte da ilha de Iwo Jima do Sul e 1,3 mil km ao sul de Tóquio, entrou em erupção emitindo uma enorme pluma de fumaça para a atmosfera. 

Pouco tempo depois foi verificado que a intensa atividade sísmica do vulcão criou uma pequena ilha em forma de lua crescente formada de lava endurecida, pedras-pomes e cinzas vulcânicas. Dois meses depois da erupção e surgimento da ilha, pesquisadores descobriram que a formação dessa ilha trouxe para a superfície dezenas de navios destruídos!   

Vídeos feitos pela All Nippon News capturaram 24 navios da 2ª Guerra Mundial em pedaços que retornaram à superfície na costa oeste da ilha de Iwo Jima!

De acordo com o Museu Nacional da Segunda Guerra Mundial dos Estados Unidos, esses navios foram afundados durante a Batalha de Iwo Jima, uma das batalhas mais sangrentas sobre o Pacífico na Segunda Guerra Mundial ocorrida em 1945. Esses navios foram usados pelo Japão para se preparar para uma invasão das tropas americanas durante a batalha em 1945, porém as tropas americanas conseguiram tomar a ilha e mataram dezenas de milhares de soldados japoneses.

Esses navios acabaram sendo capturados pela Marinha dos Estados Unidos após a derrota dos japoneses em fevereiro de 1945. Algumas informações indicam que esses navios foram afundados para construir um píer  para facilitar a chegada de suprimentos à ilha. A intenção das tropas americanas era criar uma base naval artificial na ilha de Iwo Jima para apoiar uma base militar norte-americana antes do ataque ao Japão continental.

A icônica foto que mostra fuzileiros navais americanos hasteando a bandeira dos Estados Unidos foi tirada no Monte Suribachi durante a batalha, em Iwo Jima. Esse monte de 155 metros de altura abriga um vulcão ainda ativo que é listado como um dos 10 mais violentos do Japão.

De acordo com Setsuya Nakada, diretor do Centro de Promoção de Pesquisas de Vulcões do governo japonês, em entrevista para a All Nippon News,  uma grande área do mar de águas “descoloridas” se espalhou em volta do vulcão Fukutoku-Okanoba, o que indica que a atividade vulcânica ainda não diminuiu e novas erupções e atividades sísmicas poderão ocorrer.

Como a ilha recém-formada pela erupção é constituída de pedras-pomes e cinzas, ela deve erodir rapidamente e desaparecer em breve. Aliás, ela já foi reduzida para metade de seu tamanho original. Isso indica que os navios não ficarão por muito tempo na superfície, e logo deverão retornar ao seu descanso no fundo do Pacífico.