tempo.com

Tempo severo: ainda há alertas de temporais e chuvas intensas no Sul

O inverno começou com muitas chuvas e tempestades no Sul do Brasil, inclusive com registros de queda de granizo! Essas condições instáveis e severas deverão continuar na região nos próximos dias, enquanto um ciclone extratropical se forma sobre o Atlântico.

alerta chuvas
Os primeiros dias de inverno serão de muitas tempestades e altos acumulados de chuva sobre grande parte do Sul do Brasil.

Os primeiros dias do inverno de 2022 serão marcados pelas chuvas volumosas em grande parte do Sul do Brasil! A virada de tempo sobre a região Sul começou na terça-feira (21), quando fortes núcleos de instabilidade se formaram sobre o oeste da região, gerando muitas tempestades e chuvas volumosas.

O primeiro dia do inverno já registrou acumulados próximos de 100 mm em várias localidades do Sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina!

Diversas cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina registraram grandes volumes de chuvas entre ontem e hoje. Os pluviômetros automáticos do CEMADEN registraram um acumulado de 144 mm nas últimas 24 horas em Passo Fundo (RS), que causou alagamentos em diversos pontos da cidade, além da chuva vir acompanhada de granizo! Outras cidades também registraram volumes altos de chuva, como: 85 mm em Vacaria (RS), 74 mm em Santa Rosa (RS) e 85 mm em Concórdia (SC).

Essas chuvas volumosas são resultado do choque entre o ar mais quente e úmido vindo do norte do continente, transportado através de um intenso escoamento de noroeste nos níveis mais baixos da atmosfera, o chamado Jatos de Baixos Níveis (JBN), com o ar mais frio que estava atuando sobre a região Sul. O choque dessas massas de ar tão opostas gerou núcleos de instabilidades, que foram potencializados pela presença de um cavado nos níveis médios da atmosfera e também do jato de altos níveis.

O JBN continuará atuando sobre o Sul até a sexta-feira (24), bem como o cavado em médios níveis, que irá se deslocar lentamente para leste até o final da semana. Dessa forma, essa configuração meteorológica manterá o tempo instável da região Sul até sexta, mantendo elevado o alerta de ocorrência de tempestades generalizadas pela região, que podem vir acompanhadas de granizo, descargas elétricas e fortes rajadas de vento!

Alerta de chuvas volumosas de quase 200 mm

A quarta-feira (22) deve ser marcada por muita chuva em grande parte do Rio Grande do Sul, porém ocorrerá de forma mais intensa e volumosa na porção norte do estado. As previsões indicam acumulados de 69 mm em Erechim e 44 mm em Passo Fundo! As instabilidades também continuarão no estado de Santa Catarina, se concentrando na porção oeste. São esperados mais de 50 mm de chuva em cidades como Chapecó, nesta quarta.

Na quinta-feira (23), o cavado avançará lentamente para leste, mantendo a nebulosidade e ocorrência de chuvas por todo o Rio Grande do Sul, que poderão ocorrer de forma mais isolada e menos intensa, entretanto o alerta de chuvas volumosas ainda valerá! Enquanto isso, Santa Catarina continuará com muita nebulosidade e probabilidade de chuva durante todo o dia, principalmente no sul e litoral do estado.

A partir da madrugada de sexta-feira (24), as instabilidades atmosféricas se enfraquecerão, reduzindo os acumulados de chuvas em todo o Sul. Porém, o tempo continuará encoberto desde o Rio Grande do Sul até o Paraná, com probabilidade de pancadas de chuva no norte do Rio Grande do Sul e Sul de Santa Catarina.

Ciclone extratropical trará mudança do tempo para o Sudeste

A medida que o cavado avança para leste e se aproxima do Oceano Atlântico, um ciclone extratropical começará a se formar sobre o oceano entre quarta e quinta-feira (23), na altura da costa da região Sul do Brasil. Esse ciclone dará origem a uma frente fria sobre o Sul na quinta-feira, o que colaborará para a manutenção das chuvas na região até sexta.

A formação de um ciclone extratropical e sua frente fria associada irá provocar uma mudança no tempo sobre o Sudeste no final de semana! O final de semana poderá ser frio e com chuvas em partes da região.

A partir de sábado a frente fria se desloca para norte, dando trégua às chuvas no Sul, principalmente para o Rio Grande do Sul, e gerando uma virada no tempo sobre o Sudeste. A frente fria deverá chegar em São Paulo no sábado, diminuindo as temperaturas e aumentando a nebulosidade, principalmente no litoral. Entre sábado e domingo a virada de tempo deve ocorrer no Rio de Janeiro, que deverá ter um domingo nublado, com chuvas e temperaturas mais frias.