Semana de tempo instável no Sudeste e no Centro-Oeste

Setembro termina com início da estação chuvosa na porção central do país e com declínio das temperaturas. Há previsão de chuvas volumosas, temporais e muito frio ao longo da semana para o Centro-Sul.

Tiago Robles Tiago Robles 23 Set. 2019 - 12:23 UTC
Chuvas aumentam nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, com risco para chuvas volumosas e temporais.

A primeira semana da primavera e a última semana de Setembro representam para este ano a transição da estação seca para a estação chuvosa, que está sendo impulsionada por dois fatores: a Oscilação Antártica e a Oscilação de Madden-Julian (MJO).

A AAO passa a ter uma tendência negativa representando uma maior atuação dos sistemas frontais e massas de ar frio no Centro-Sul do Brasil. Já a MJO afeta o Centro-Norte do país e os valores negativos do dia 22 até o dia 27 de Setembro, favorecem a ocorrência das chuvas no Centro-Oeste, Sudeste e até no estado do Tocantins.

Previsão para a semana

Nesta segunda-feira (23), o tempo firme predomina sobre a Região Sul, com tempo nublado somente no leste do Paraná e no norte de Santa Catarina. Temperaturas baixas e frio ao longo do dia em boa parte da Região, com sensação agradável na parte da tarde no norte e oeste do Paraná.

No Sudeste, o tempo se mantém nublado no leste paulista, no Rio de Janeiro, Espírito Santo e em boa parte de Minas Gerais, com previsão de chuva fraca na Serra do Mar e mais intensa no norte capixaba. Temperaturas mais baixas e sensação de frio em boa parte da Região, com calor ainda previsto para o Triângulo Mineiro, oeste e norte de São Paulo. No Centro-Oeste, a nebulosidade aumenta ao longo do dia e há previsão de pancadas isoladas no norte do Mato Grosso do Sul, norte e oeste do Mato Grosso.

Na terça-feira (24), apesar de a frente fria se afastar e se manter no leste da Bahia instabilidades se formam ao longo da tarde em todo o Centro-Oeste e Sudeste, provocando pancadas bastante isoladas e de curta duração. Tempo nublado e frio somente na faixa que vai do sul de Santa Catarina até o Espírito Santo, com previsão de pancadas a partir do meio da tarde no leste e sul do estado de São Paulo. No Paraná e em Santa Catarina, por volta do fim do dia, um cavado, contribui para o aumento da nebulosidade em todas as regiões e para pancadas durante a noite.

Na quarta-feira (25), as chuvas se tornam mais abrangentes e trazem riscos para temporais em decorrência de uma região de cavado entre as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O dia fica nublado e chuvoso no estado do Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Chuvas volumosas, com risco para temporais já pela manhã na metade sul do Mato Grosso do Sul e no norte do Paraná. Partir do meio da tarde, o risco passa para o estado de São Paulo, sul de Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Nas demais áreas do Centro-Oeste, previsão de chuva a partir do fim do dia no Mato Grosso e no sul de Goiás.

Na quinta-feira (26), o destaque novamente é para as regiões Centro-Oeste e Sudeste. O dia fica nublado e chuvoso no norte do Mato Grosso do Sul, sul do Mato Grosso e na metade sul de Minas Gerais, no Rio de Janeiro, norte e leste de São Paulo, com chuvas volumosas pela manhã e a partir do fim da tarde. Durante a noite as chuvas se espalham para o restante do estado do Mato Grosso e para o sul de Goiás.

Na sexta-feira (27), a região de cavado da origem a uma área de baixa pressão (ciclone extratropical) no oceano, o que favorece a manutenção do tempo instável na porção central do país. As chuvas ocorrem de forma isolada, mas há potencial para temporais na parte da tarde no Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e no Espírito Santo. Há possibilidade de chuvas rápidas e isoladas no sul do Pará e até mesmo no estado do Tocantins. Na faixa leste que vai do norte do Rio Grande do Sul até o sul do Espírito Santo, o tempo fica nublado e frio previsão de chuva na parte da noite no litoral norte paulista e no Rio de Janeiro.

Publicidade