Semana de mudança: temporais, chuvas volumosas e queda das temperaturas

Uma forte frente fria chega ao Sul do Brasil e chega ao Sudeste no meio da semana. As temperaturas diminuem bastante no Centro-Sul. Há risco para temporais e chuvas volumosas no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Tiago Robles Tiago Robles 11 Fev. 2019 - 11:54 UTC
A semana será marcada pela que da temperatura no Centro-Sul e pelos temporais e chuva volumosas.

Uma frente fria que encontra sobre o Uruguai, irá avançar pelo Centro-Sul do Brasil nos próximos dias. Esse sistema irá provocar temporais nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Após a passagem do sistema frontal, uma massa de ar frio provoca queda das temperaturas no Centro-Sul do país, trazendo sensação de frio principalmente para os estados do Sul.

Previsão para segunda e terça

A segunda-feira começou com tempo instável em praticamente todo o Centro-Oeste e nos estado de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. As chuvas ocorreram de forma isolada e de fraca a moderada intensidade, sendo mais intensas no Mato Grosso. Na parte da tarde, a frente fria chega ao Rio Grande do Sul e provoca pancadas de chuva forte em todo o estado. As temperaturas começam a diminuir dando alívio ao calor.

Em Santa Catarina, previsão de pancadas no meio oeste e sul do estado, e mais para a noite passa a chover em todas as regiões. A mesma condição é prevista para o estado do Paraná, porém as pancadas da tarde ocorrem no oeste e no norte do estado.

No Centro-Oeste e Sudeste, bastante nebulosidade e pancadas de chuva isoladas, que trazem risco de temporais em São Paulo, Rio de Janeiro, metade sul e oeste de Minas Gerais, Goiás e no norte do Mato Grosso. As temperaturas ficam elevadas e a sensação é calor ao longo do dia.

Acumulado de chuva prevista até a quarta-feira, segundo o modelo ECMWF.

Na terça-feira (12), a frente fria se encontra entre o Paraná e o estado de São Paulo. Pela manhã bastante nebulosidade por toda a Região Sul e sensação de frio no oeste e sul do Rio Grande do Sul. Previsão de chuva fraca e isolada no leste e norte gaúcho, e de chuva forte no oeste e noroeste do Paraná. A partir da tardem, as chuvas se espalham e chove desde o norte do Rio Grande do Sul até o norte paranaense, com risco de temporais e chuvas volumosas em todas as regiões do Paraná. Em Santa Catarina o risco maior fica para o leste e o norte do estado.

No Centro-Oeste tempo instável já pela manhã em toda a Região, com ocorrência de chuva isolada no Mato Grosso e em Goiás. No Mato Grosso do Sul, também chove de forma isolada no norte, mas na metade sul do estado, há previsão de chuva forte. No Sudeste, o dia começa com bastante nebulosidade sobre todo o estado de São Paulo, Rio de Janeiro, sul e oeste de Minas Gerais, com chuva fraca a moderada ocorrendo no centro-oeste paulista e na região do Triângulo Mineiro. Na parte da tarde, a frente fria se encontra sobre o estado de São Paulo e, mais para o fim do período, há previsão de chuva intensa no centro-leste e norte paulista, e no sul do Rio de Janeiro. Chove forte também na metade sul de Minas Gerais e no Centro-Oeste.

Tendência para o restante da semana

Na quarta-feira (14), o tempo fica mais firme na Região Sul, mas ainda há previsão de chuva fraca sobre oeste, norte e leste do Paraná. No entanto o destaque fica para o frio na primeira parte do dia no Rio Grande do Sul, onde as mínimas ficam próximas dos 10°C nas áreas de fronteira com o Uruguai. No Sudeste e Centro-Oeste as pancadas e chuva continuam a ocorrer com intensidade na parte da tarde, mas o destaque fica para o leste de São Paulo e o estado do Rio de Janeiro, onde a partir do meio da tarde há riscos para temporais e chuvas volumosas.

Na quinta (15) e sexta-feira (16), uma área de baixa pressão se forma entre a Região Sul e o Sudeste, intensificando nos estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. O destaque fica, novamente, para o leste paulista e o território fluminense, onde há risco para transtornos.

Publicidade