Semana de calor e de retorno das chuvas para o Sul do Brasil

Esta semana será marcada pelas mudanças em todo o Brasil. As chuvas diminuem na metade Norte e passam a ocorrer de forma intensa no Sul. Já as temperaturas aumentam e faz bastante calor, trazendo o cenário típico de verão.

Tiago Robles Tiago Robles 10 Dez. 2018 - 11:35 UTC
Semana de mudança. Temperaturas em elevação, sensação de calor e chuvas retornando ao Sul do Brasil.

Esta semana será marcada pela mudança nas condições do tempo em praticamente todo o Brasil. As chuvas passam a ocorrer de forma mais irregular na metade norte e as frentes frias passam a atuar com maior frequência no Sul do Brasil, o que traz de volta os temporais para a Região. O aumento das temperaturas e a sensação de calor, também será o destaque dessa semana, com valores que chegam próximo dos 40°C no Sul do Brasil.

Previsão do tempo

Nesta segunda-feira (10) as chuvas ainda se concentram Norte e no Nordeste. Já pela manhã foram registradas ocorrências no Pará, no Sertão Nordestino e no leste da Bahia, de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. No Mato Grosso, também o dia começou com chuva de moderada a forte intensidade no extremo oeste e norte do estado. Na parte da tarde, as chuvas ganham intensidade e abrangência nessas áreas, e passam a ocorrer de forma isolada na metade norte de Minas Gerais e Goiás. Na restante do país o tempo firme predomina com temperaturas em elevação e sensação de calor.

Na terça-feira (11) as chuvas diminuem bastante no Sertão Nordestino, mas ainda ocorrem de forma persistente e volumosa no sul da Bahia. Mesma condição para o estado do Espírito Santo. No restante do país o predomínio é de tempo firme durante boa parte do dia, com previsão de pancadas na parte da tarde, na metade norte do Mato Grosso, em Goiás e na metade norte de Minas Gerais. No sul Mineiro, leste de São Paulo e centro-leste do Paraná, há previsão de chuva bastante isolada e de curta duração a partir do meio da tarde.

No Centro-Sul as temperaturas se elevam bastante ao longo do dia, devido à formação de uma frente fria sobre o Uruguai e a Argentina, permitindo uma maior atuação dos ventos de quadrante norte que transportam um ar mais quente. Na Região Sul as temperaturas superam os 35°C, proporcionando sensação de abafamento, principalmente na porção central do Rio Grande do Sul.

Na quarta-feira (12) a frente fria já atinge o sul e oeste do Rio Grande do Sul no começo do dia, provocando vento e chuva forte. Até o fim da manhã e início da tarde, a previsão é de que o sistema já provoque pancadas de chuva em toda a metade sul do estado. Apesar de as chuvas perderam abrangência, há risco para temporais, principalmente no oeste, leste e noroeste do estado. Em Santa Catarina, as chuvas ocorrem mais para o fim do dia e noite, de forma bastante pontual e de curta duração no sul e no oeste.

No restante do país, calor e pancadas de chuva na parte da tarde na metade sul de Minas Gerais, em Goiás, no Mato Grosso, norte do Mato Grosso do Sul, norte e leste de São Paulo e no Rio de Janeiro. No Nordeste as chuvas continuam a ocorrer no sul e oeste da Bahia, e nos estados do Maranhão e Piauí.

Tendência para o restante da semana

A frente fria não consegue avançar pela Região Sul e se mantém estacionária sobre o Rio Grande do Sul. Na quinta-feira (13), um sistema de baixa pressão na Argentina reforça as instabilidades sobre o Uruguai e o sul do estado gaúcho. De sexta (14) para sábado (15), uma ciclone extratropical se forma ao sul do Uruguai e, a sua frente fria associada, provoca temporais no Rio Grande do Sul e no domingo em Santa Catarina.

Publicidade