Fim de semana de chuvas e risco de temporais no Centro-Norte

Neste fim de semana as chuvas continuam a ocorrer em no Centro-Norte do país, com risco para chuvas volumosas e temporais. Já nas demais áreas, o tempo firme predomina e as temperaturas voltam a subir.

Tiago Robles Tiago Robles 08 Fev. 2019 - 06:32 UTC
Chuvas volumosas e temporais se concentram no Centro-Norte do país. No Sul volta a fazer calor.

Neste fim de semana, a frente fria que causou temporais e transtornos no Rio de Janeiro se encontram mais ao norte e afastada no oceano, promovendo redução da abrangência das chuvas. No entanto, há riscos para chuvas volumosas e temporais no Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. No Centro-Sul do país, que engloba a Região Sul e os estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, o tempo firme predomina e as temperaturas voltam a subir, trazendo sensação de calor.

Detalhes da previsão do tempo

No sábado (09), são previstas chuvas de moderada intensidade pela manhã no norte dos estados do Mato Grosso e de Goiás. No oeste da Bahia e na metade sul do Maranhão e do Piauí, as chuvas ocorrem de forma mais isolada e com menor intensidade. Já no Sudeste, chuva fraca somente no Espírito Santo. Para a Região Sul, Mato Grosso do Sul e o interior paulista, tempo firme e sensação de calor já na primeira parte do dia. No Rio de Janeiro, chove na forma de pancada, mas não há risco para um novo episódio como o de quarta-feira (06).

Na parte da tarde, as instabilidades se espalham pelo Centro-Norte do país, levando risco para temporais a metade norte dos estados do Mato Grosso, Goiás e de Minas Gerais, e para praticamente toda a Região Norte, oeste da Bahia e estados do Maranhão e do Piauí. No norte do Pará e no leste do Amapá, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) contribui para chuvas volumosas, que trazem potencial para transtornos. Já no Centro-Sul, o tempo firme se mantém e o calor se intensifica, principalmente, no Rio Grande do Sul, onde as máximas podem passar do 35°C.

No domingo (10), a frente fria não influencia mais o tempo no Brasil e as chuvas diminuem no Sudeste. No entanto, na Região Norte, no oeste baiano e no norte do Mato Grosso e de Goiás, há previsão de pancadas de chuva isoladas já pela manhã. Na parte da tarde, instabilidades começam a se formar e há previsão de pancadas isoladas, que podem ocorrer com forte intensidade em todo o Mato Grosso, Goiás, oeste e metade sul de Minas Gerais, norte e leste de São Paulo, Rio de Janeiro e no nordeste do Mato Grosso do Sul. No Nordeste e na Região Norte as chuvas ocorrem de forma mais abrangente nas mesmas áreas que no dia anterior.

Na Região Sul, começa a se observar mudanças. A nebulosidade aumenta em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, o que aumenta a sensação de abafamento, uma vez que os ventos de norte se mantêm atuantes. Na parte da tarde, devido à proximidade de um sistema de baixa pressão na Argentina e no Uruguai, instabilidades se formam e há previsão de pancadas de chuva bastante isoladas e de curta duração no norte, leste e sul do Rio Grande do Sul por volta do fim da tarde. Na parte da noite há risco para temporais no sul do estado.

Publicidade