tempo.com

Duas frentes frias atuam no Sul, Sudeste e Centro-Oeste na próxima semana!

Após a atuação do ciclone extratropical, que provocou chuvas e ventos intensos nas regiões Sul e Sudeste, duas frentes frias atuam na próxima semana e trazem mais chuva para o centro-sul do país.

chuvas no Sul
Volta a chover na próxima semana com a atuação de duas frente frias. Há risco de chuvas intensas e temporais no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

A segunda semana de agosto está sendo marcada por chuvas em boa parte do centro-sul do país, com destaque para o último episódio volumoso na Região Sul, que no período de pouco mais de 24 horas, da noite de terça-feira (09) e ao longo da última quarta-feira (10), produziu acumulados superiores a 100 mm no litoral norte do Rio Grande do Sul, no leste de Santa Catarina e do Paraná.

Tudo isso devido ao processo de formação de um ciclone extratropical que foi noticiado várias vezes nos últimos dias pela Meteored Brasil. Esse mesmo sistema contribuiu para intensas rajadas máximas de vento em torno dos 100 km/h no leste catarinense. Imagens de alagamentos, inundações, deslizamentos, destruição causada pelos fortes ventos e do mar extremamente agitado tomou conta das redes sociais.

Poucos dias de trégua estão previstos. A partir do início da próxima semana uma frente fria se forma e avança pela Região Sul. No entanto, outro sistema frontal irá atuar na segunda parte da semana e promete provocar chuvas também nos estados do Mato Grosso do Sul e de São Paulo.

A primeira frente fria: risco de temporais na Região Sul e no Mato Grosso do Sul

No domingo (14), uma região de cavado traz de volta as chuvas na forma de pancadas isoladas para todo o Rio Grande do Sul. Esse sistema se acopla com uma frente fria na segunda-feira (15), que organiza as instabilidades e ajuda a desenvolvê-las, levando potencial para chuvas intensas e temporais em todo o território gaúcho a partir do período da tarde, com precipitação mais intensa durante a noite.

alerta tempo severo
Frente fria se acopla com uma região de cavado e potencializa as chuvas sobre o Rio Grande do Sul.

Na madrugada da terça-feira (16), a frente fria avança para o estado de Santa Catarina, sul e oeste do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul e há potencial para chuvas intensas e temporais nessas áreas.

alerta tempo severo
Frente fria avança pela Região Sul. As chuvas mais intensas e volumosas ocorrem entre o fim da manhã e o início da tarde da terça-feira, 16 de agosto.

Ao longo do dia, o sistema avança e também se afasta para o oceano, enfraquecendo as instabilidades. Mesmo assim, há potencial para precipitação de moderada a forte intensidade no Paraná e no centro-sul do Mato Grosso do Sul. No período da noite, a frente fria consegue influenciar o centro-sul, oeste e leste de São Paulo, com chuvas de fraca intensidade e mais pontuais.

A segunda frente fria: chuvas mais expressivas entre o Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo

Com o afastamento da primeira frente fria, uma região de cavado, que é uma extensão de uma baixa pressão no Paraguai, atua no norte da Região Sul. Assim, pancadas de moderada a forte intensidade ocorrem já na madrugada no oeste, norte e noroeste do Paraná, no extremo sul do Mato Grosso do Sul e no extremo oeste do estado de São Paulo.

Para toda a semana a tendência do modelo ECMWF prevê acumulados 80 a mais de 100 mm para o norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná e no sul do Mato Grosso do Sul.

No decorrer do dia, as instabilidades evoluem e se espalham, atingindo todo o Paraná até o norte e oeste de Santa Catarina até meados da tarde, e atingindo também a metade norte do Rio Grande do Sul até o período da noite. No estado de São Paulo, as instabilidades atuam somente nas regiões de divisa com o Paraná. As chuvas mais intensas e com potencial para eventos de tempo severo ocorrem no norte, oeste e noroeste do Paraná e no sul do Mato Grosso do Sul.

Na quinta-feira (18), há novamente um acoplamento entre um cavado e uma frente fria, só que agora mais para norte. Assim, já na madrugada, há previsão de chuva desde a metade norte do Rio Grande do Sul até o sul do Mato Grosso do Sul, com chuvas intensas e temporais em Santa Catarina, no Paraná e no sul mato-grossense-do-sul.

No início da manhã, a frente fria avança um pouco e já atua mais no estado de São Paulo. As chuvas diminuem a abrangência, mas ainda ocorrem com moderada a forte intensidade no leste catarinense, no norte e leste do Paraná, no centro-sul do Mato Grosso do Sul e no oeste e sul de São Paulo.

No restante do dia, o sistema frontal se mantém sobre o estado de São Paulo, levando potencial para chuvas mais intensas no centro-sul e oeste do estado, no norte do Paraná e no Mato Grosso do Sul. As chuvas continuam nesta porção do centro-sul durante a sexta-feira (19), mas ocorrendo com menor intensidade e também em todo o leste paulista. Há possibilidade de o sistema avançar e atuar no Rio de Janeiro a partir do fim do dia.