tempo.com

Como está a previsão de neve e das demais precipitações invernais?

A próxima semana será bastante agitada em termos de eventos meteorológicos: ciclone atípico, onda de frio e as precipitações invernais. A Meteored Brasil vem acompanhando de perto e aqui vamos falar das últimas atualizações sobre a ocorrência de neve!

neve urubici
Previsão do tempo indica chances de neve ainda para as regiões de serra da Região Sul. Outras precipitações invernais podem ocorrer.

Semana extremamente agitada meteorologicamente falando. Temos um ciclone se formando com característica subtropicais e trajetória atípica, uma intensa massa de ar polar, que proporciona o primeiro evento de onda de frio do ano e marca o início do inverno, e à possibilidade do primeiro evento de precipitação invernal do ano, principalmente os mais chamativo para nós brasileiros: a neve.

Por se tratar ainda do outono, da distância da previsão em relação ao dia da ocorrência do fenômeno e ainda mais com a presença de uma sistema como o ciclone subtropical, que os modelos acabam tendo mais dificuldade em prever com exatidão, a previsão para neve vem sofrendo bastante variação nos últimos dias tanto em quantidade quanto no locacional do evento.

No entanto, o mais reconfortante, vamos dizer assim, é que nas últimas rodadas do modelo ECMWF, o evento de neve sempre ocorreu em algum local até mesmo no sul do Paraná! Mas o local onde sempre houve previsão e maior probabilidade é a Serra Catarinense. E agora? Qual é a “visão” atual? Apresentamos a seguir!

Previsão de neve se mantém, mas para quando e onde?

Antes de tudo, vale explicar para aqueles que não estão habituados, que o mapa utilizado na animação além de precipitação, nebulosidade e vento contém uma variável muito importante para analisar este tipo de evento que é a linha de espessura de 552 hPa, que indica, basicamente, onde a temperaturas de 0°C no nível base de formação das nuvens estaria, ou seja, se essa linha cruzar ou estiver mais ao norte de um evento de precipitação, pode-se ter maior chance de precipitação invernal (neve, chuva congelada e chuva congelante).

    • Chuva congelada: ocorre quando gotas de água congelam ao deixar a nuvem, passando por uma camada de ar muito frio, e derretem após tocar no chão.
    • Chuva congelante: ocorre quando gotas de água caem da nuvem em estado líquido e congelam somente ao tocar uma superfície com temperaturas extremamente baixas.

    A presença do ciclone subtropical é fundamental para este evento de precipitação invernal. O sistema através da sua rotação ajuda a impulsionar o ar polar pela Região Sul e a sua proximidade com o continentes possibilita a formação de nebulosidade e, consequentemente, de precipitação.

    Assim, já na noite de terça-feira (18), na madrugada e início da manhã da quarta-feira (19) há possibilidade de chuva congelada e congelante ocorrerem no norte do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina, nas regiões mais elevadas. Além disso, há possibilidade de neve na Serra Catarinense.

    previsão de neve
    A noite de terça-feira, a madrugada e início da manhã da quarta-feira são os período com maior possibilidade de neve.

    Já nos dias seguintes, a chance de precipitação diminui, ocorrendo com fraca intensidade. No entanto, na noite de quarta-feira (19) e na madrugada de quinta-feira (20) há a possibilidade de chuva congelada na Serra Gaúcha. No restante da semana, o tempo continua mais nublado, mas não há condições para precipitação em qualquer das suas formas.