tempo.com

Atualização sobre intensa massa polar: É verdade que haverá neve e geada?

O avanço de uma massa de ar polar faz as temperaturas caírem em boa parte do Brasil, atingindo valores negativos em algumas regiões. Há inclusive a possibilidade de neve e geada no Sul.

Atualização para a intensa massa polar: Onde esfria?
Uma massa de ar polar faz as temperaturas caírem em boa parte do Brasil, atingindo valores negativos. Há possibilidade de neve e geada no Sul. (imagem: DariaS)

Ao longo desta quarta-feira (17), uma nova frente fria começa a atuar no Brasil - resultado de um ciclone extratropical que se formará no oceano atlântico sul. Junto a um forte jato de baixos níveis, a frente traz condições para formação de tempestades em boa parte do Sul, Sudeste e Centro-Oeste brasileiros.

As condições de tempo severo se estenderão para quinta-feira (18), quando há possibilidade de tempestades intensas se formarem sobre o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, atingindo também o sul e oeste do Mato Grosso.

Já na sexta-feira (19), o sistema pode ocasionar chuvas fracas em São Paulo e Rio de Janeiro, mas os efeitos mais importantes vêm após sua passagem: Uma intensa massa de ar polar avança pelo país e faz as temperaturas despencarem. Será, afinal, que o frio será capaz de formar neve e geada?

Frio, neve e geada atingem o Brasil a partir de sexta-feira

A massa de ar polar que avança pelo Brasil causará, já na madrugada de quinta para sexta-feira, uma queda abrupta de temperaturas que deixa todos os estados do Sul com temperaturas próximas de zero - chegando a valores negativos em alguns locais.

Atualização para a intensa massa polar: Onde esfria?
Previsão de temperatura para a madrugada do sábado (20) mostra o avanço da massa de ar frio pelo sul, sudeste e centro-oeste. Nas regiões azul-claro, as temperaturas podem atingir valores negativos.

Entre a noite de quinta-feira e a madrugada de sexta, há uma pequena possibilidade de que as baixas temperaturas se associem à precipitação e causem a formação de neve, especialmente nas regiões da serra gaúcha e catarinense.

Nessa sexta (19), previsões indicam mínima de -4°C e máxima de 6°C em São Joaquim, enquanto Xanxerê registrará mínima de 1°C e máxima de 9°C.

O frio se intensifica na madrugada do sábado (20), com possibilidade de temperaturas negativas ocorrerem de maneira abrangente no Sul, especialmente em Santa Catarina. Isso vai causar episódios de geada mais generalizada nos três Estados, especialmente na região serrana.

Neste mesmo dia, a massa de ar polar se espalha pelo Mato Grosso do Sul (em Bela Vista, a mínima prevista é de 4°C), por São Paulo (com mínima de 8°C na capital) e sul de Minas Gerais (com mínima de 9°C em Poços de Caldas).

Os ventos frios de sul avançarão por boa parte do país e, embora não causem frio intenso, farão as temperaturas caírem até mesmo no Mato Grosso, Goiás, Rondônia, Acre e parte do Amazonas, caracterizando um raro evento de friagem nestas regiões.

O frio começará a se dissipar na semana que vem, entre segunda (22) e terça-feira (23), quando o tempo volta a ficar firme e ensolarado e as temperaturas começam a subir gradativamente. Ainda assim, outros episódios de frio intenso podem ocorrer antes do fim do mês.