Monções matam dezenas de pessoas na Ásia

As chuvas torrenciais associadas as monções sul asiáticas finalmente chegaram, mas infelizmente já provocaram muitos estragos e prejuízos. Mais de 100 mortes já foram confirmadas entre a Índia, Nepal e Bangladesh, além de milhões de pessoas prejudicadas.

Paola Bueno Paola Bueno 16 Jul. 2019 - 11:35 UTC
Moradores de vilarejos próximos ao rio Brahmaputra, na Índia, deixam suas terras e procuram locais mais altos. Foto: AP/Anupam Nath.

As monções já chegaram ao sul da Ásia provocando grandes volumes de chuvas, inundações e deslizamentos de terra! Até o momento, mais de 100 mortes já foram contabilizadas entre Índia, Nepal e Bangladesh, além de dezenas de pessoas desaparecidas e milhares prejudicadas.

O Nepal foi o país mais afetado até o momento, pelo menos 67 pessoas morreram e 32 permanecem desaparecidas devido as chuvas torrenciais que atingem o país desde quinta-feira (11/07). Diversas estradas foram completamente bloqueadas pelas inundações e deslizamentos de terra, 3366 pessoas foram resgatadas e mais de 16 mil tiveram que ser retiradas de suas casas.

Na Índia foram pelo menos 25 mortes, os estados mais afetados foram o de Assam e Bihar, no nordeste do país. Em Bangladesh, 29 mortes foram confirmadas até o momento devido a inundações nas partes mais baixas do país que começaram no dia 09/07. As chuvas fortes também inundaram partes do maior campo de refugiados do mundo, no sudeste de Bangladesh, abrigo de mais de meio milhão de refugiados muçulmanos que fugiram da violência em Mianmar.

Mais de 3 milhões de pessoas tiveram que ser deslocadas no norte e nordeste da Índia, após terem suas casas ameaçadas ou destruídas pelas chuvas. O Rio Brahmaputra, que passa pela Índia, Bangladesh e China, transbordou e alagou mais de 1.8 mil comunidades no estado de Assam, no nordeste da Índia.

Mas afinal, o que são as moções?

A palavra monção vem da palavra árabe ‘mausim’ que significa ‘estação’, o que sugere a natureza sazonal desse fenômeno. Ao contrário do que parece, o nome monção não se refere as chuvas torrenciais, mas sim a uma mudança sazonal da direção dos ventos sobre determinada região. Essa mudança dos ventos pode causar chuvas fortes durante o verão, mas em outros momentos pode causar um período de seca.

Essa mudança de direção ocorre devido a diferença de temperatura entre o continente e o oceano. O sol aquece a terra e o oceano de maneiras diferentes, durante o verão o continente fica mais aquecido que o oceano fazendo com que os ventos tragam o ar mais frio e úmido do oceano para dentro do continente. A mudança da direção do vento, associada a Zona de Convergência Intertropical deslocada mais a norte, provoca chuvas torrenciais no sul da Ásia todos os anos durante os meses de verão do hemisfério norte.

As monções se formam em várias regiões do planeta, geralmente nos trópicos e sub-trópicos. Elas são observadas no sul da América do Norte, América Central, América do Sul, oeste da África e na Austrália, porém, a mais intensa e bem definida ocorre na Índia e sul da Ásia

As monções duram de junho a setembro, e quase todos os anos provocam muitas destruições e mortes no sul da Ásia. No ano passado mais de 1.2 mil pessoas morreram em decorrências das tempestades e deslizamentos de terra. No Estado de Kerala, na Índia, as inundações foram as piores dos últimos cem anos.

Publicidade