tempo.com

Mitos x Verdades: veja quais as principais discussões sobre o clima

Você certamente já ouviu muitas informações sobre o clima e suas mudanças, mas você sabe diferenciar o que é mito e o que é verdade? Quais são as principais discussões com relação ao clima? Saiba aqui.

mudanças climaticas
Mitos e verdades, será que a luta pelas mudanças climáticas é realmente válida?

Muito se fala e se divulga diariamente sobre o clima, sobre as mudanças climáticas, sobre os efeitos do homem na Terra, sobre a evolução industrial e tecnológica de grandes empresas, sobre ilhas de calor em grandes centros, enfim, são tantos temas discutidos que facilmente inverdades surgem, mas será que você sabe diferenciar o que é mito e o que é verdade quando se trata de clima?

Sim, existem muitos estudos, muitas comprovações científicas de órgãos renomados e respeitados ao redor do mundo, mas ainda assim, mentiras sobre o clima e o meio ambiente continuam sendo debatidos na sociedade.

Quando se trata de clima, temas importantes são debatidos e ainda levantam dúvidas e até uma certa relutância de parte da sociedade como por exemplo: crise climática, aquecimento global e emissão de gases de efeito estufa. Vamos tratar tais temas aqui.

Crise climática: um plano criado ou complô

Mesmo com tantas notícias e debates sobre o tema, muitos ainda pensam que a crise climática é apenas um plano criado por cientistas na tentativa de justificar o financiamento da ciência. Não muito distante, outros pensam que é um complô dos governos na tentativa de controlar a própria população. Parece meio absurdo quando se lê algo assim, não é mesmo?

crise
Enquanto a discussão sobre as mudanças climáticas é vista como um complô de cientistas e governantes, a população sofre.

Pois é, ao contrário de um plano criado por cientistas ou um complô dos governantes, existe um consenso quase unânime sobre a existência das mudanças climáticas com origem antropogênica com base em dezenas de milhares de estudos.

Inclusive, como uma forma de transparência, existem trabalhos como os do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) que estão abertos em todos os países da Organização das Nações Unidas (ONU).

Vale ressaltar que o IPCC foi criado em 1988 e reúne centenas de cientistas voluntários que revisam o estado do conhecimento científico com base em um método e em referências públicas.

Aquecimento Global: o clima sempre mudou

Sabe-se que desde que o mundo é mundo, o planeta Terra sofre uma alternância natural entre períodos mais quentes e mais frios, onde cientistas levantam a ideia de que uma idade do gelo acontece mais ou menos a cada 10 mil anos.

O atual período de aquecimento poderia ser considerado mais uma etapa desse ciclo que já dura 1 milhão de anos?

Especialistas dizem que não, que a velocidade, magnitude e caráter global do aquecimento que estamos vivenciando é excepcional, não pode ser considerado parte de um ciclo natural. Mas será que alguns graus a mais são tão ruins assim? Seria um mito ou verdade?

Uma pergunta que muitos fazem quando se fala de aquecimento global é: se o planeta está aquecendo há tanto tempo, por que ainda ocorrem episódios de frio intenso? Até mesmo de forma atual, a primavera de 2022 que começou nesta última quinta-feira (22) teve início com frio, geada e até neve no Sul do Brasil. Poderia isso ser normal?

Um fato importante é que a evolução do clima é observada a longo prazo, enquanto que os fenômenos meteorológicos têm os próprios mecanismos, sendo mais imediatos, e que inclusive podem ser agravados pelas mudanças climáticas, ou seja, temos as influências comuns de fenômenos como El Niño e La Niña, mas o comportamento do planeta com a influência da ação humana também se destaca.

Emissão de gases de efeito estufa: uma emergência mundial

Efeitos das mudanças climáticas já estão sendo sentidos faz tempo e a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera estão batendo recordes atrás de recordes. O diretor da NOAA, Rick Spinrad, relata que os dados são claros e que evidências científicas estão mais convincentes do que nunca sobre as mudanças climáticas terem impactos globais e que não mostram sinais de desaceleração, muito pelo contrário.

gases
A redução da emissão de gases de efeito estufa é uma emergência mundial que já faz parte da nossa realidade.

Muitas comunidades estão sendo cada vez mais atingidas por inundações históricas, secas excepcionais e ondas de calor intensas, ou seja, as emissões desenfreadas de gases de efeito estufa e o aquecimento global mostram que a crise climática já não é mais uma ameaça futura, é algo que deve ser abordado hoje como uma forma de emergência mundial.

A COP27 está marcada para novembro no Egito e segundo António Guterres, secretário geral da ONU, existe uma tripla crise atualmente em nosso planeta: alimento, energia e financiamento. Além disso, ele reforçou aos governantes a urgência de manter uma metade de aquecimento de 1,5°C, mas pra isso ser possível, as emissões de gases de efeito estufa devem cair 45% antes de 2030.