Inundações na China: cidade submersa, milhares de evacuados e mortes

As chuvas torrenciais provocaram inundações severas em parte da China Central, forçando as pessoas a deixarem suas casas e deixando estações e estradas submersas. Ao menos 12 mortes foram contabilizadas.

Na última terça-feira (20), chuvas excepcionalmente intensas resultaram em inundações na província chinesa de Honã, no Vale do Rio Amarelo, na região central da China. Mais de 10.000 pessoas foram evacuadas para abrigos e pelo menos 12 mortes foram confirmadas na capital Zhengzhou, segundo as autoridades locais.

As chuvas vêm concorrendo desde a última sexta-feira, no entanto, ontem mais de 200 mm foram despejados na região em apenas uma hora, convertendo-se rapidamente em inundações de grandes proporções e violentas enxurradas. A quantidade de chuva nos últimos três dias em Zhengzhou é a mesma que normalmente receberia em um ano inteiro.

As imagens que viralizaram pelas redes sociais mostram um cenário impressionantes de carros submersos e boiando nas ruas que se transformaram em rios com fortes correntezas.

A província de Henan, que abriga cerca de 94 milhões de pessoas, emitiu seu maior nível de alerta meteorológico.

Além disso, há temores de que uma barragem na cidade de Luoyang possa ruir depois de ter sido danificada pelas recentes tempestades. Segundo as autoridades, uma fenda de 20 metros apareceu e soldados foram deslocados para o local e um comunicado do exército advertiu que poderia "entrar em colapso a qualquer momento".