A semana com as temperaturas mais baixas de 2019 no Brasil

As previsões meteorológicas já indicavam, desde o início da semana passada, que uma forte massa de ar polar iria atingir o Brasil. Foram registradas as mais baixas temperaturas de 2019, nevoeiros, geadas vigorosas e até precipitação de neve. O frio foi tão intendo que causou mortes pelo país.

Davi Moura Davi Moura 07 Jul. 2019 - 13:22 UTC
As temperaturas negativas na serra fizeram os hotéis ficarem lotados em Urubici, Urupema e São Joaquim com turistas à espera da neve. Foto: Diorgenes Pandini @diorpandini.

A massa de ar polar chegou ao Brasil na última quarta-feira (03) e, desde então, as temperaturas despencaram no sul, sudeste, centro-oeste e até mesmo em locais que normalmente não costumam sentir os efeitos do inverno, como por exemplo, o sul da Bahia.

A forte massa de ar polar aqueceu o turismo nas regiões serranas de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Em São Joaquim (SC) houve ocorrência de neve fraca com temperaturas de -3,9ºC (a cidade já é conhecida na região como uma das mais frias do país). No Rio grande do Sul também houve precipitação de neve nas cidades de Cambará do Sul, Gramado, São Francisco de Paula, Canela, e São José dos Ausentes. De acordo com o Epagri/Ciram, temperaturas negativas foram registradas em Urubici, Tangará, Maravilha, Caçador, Lebon Régis, Água Doce, Morro da Igreja, Morro das Torres e Urupema.

O congelamento instantâneo fez a Serra do Rio do Rastro ser interditada em 05 de Julho. Fonte: São Joaquim Online.

A chegada da massa de ar polar também causou transtornos, principalmente para agricultores do sul e sudeste, idosos, moradores de rua e animais sem lar. Em São Paulo capital, os termômetros alcançaram 7,4ºC e, desde que a massa de ar polar chegou, 3 moradores de rua morreram devido ao frio. No Paraná, o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) emitiram alertas de geadas para os produtores de café na sexta-feira (05). Os agricultores foram orientados a fim de minimizarem as perdas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu alerta laranja para os agricultores do sul do país neste domingo (07) às 4am. De acordo com o INMET, há possibilidade de perda de plantações devido as temperaturas mínimas entre 0ºC e 3ºC. Em caso de emergência, a recomendação é ligar para a defesa Civil (telefone: 199).

No Mato Grosso do Sul houve geada pela primeira vez no ano. De acordo com o INMET e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), 14 cidades foram atingidas pela geada. Em Amambai, a temperatura chegou a -0,1ºC. Em Rio Brilhante, Sete Quedas, Ponta Porã, Juti e Dourados a temperatura mínima ficou abaixo de 2ºC.

Nem o estado do Acre escapou da massa de ar fria. Apesar de perder suas características ao se deslocar em direção a zona equatorial, ainda sim a massa polar baixou as temperaturas em Rio Branco que registrou 17ºC no Sábado (06). Em Rondônia houve temperatura mínima de 13ºC em Vilhena.

Publicidade