5 extremos meteorológicos que marcaram a última semana

Tempestades severas, inundações, ondas de calor extremas, deslizamentos de terra e incêndios foram alguns dos eventos meteorológicos extremos que atingiram diversas partes do mundo ao longo da última semana! Porém, 5 deles se destacaram pela sua magnitude e fatalidade!

Paola Bueno Paola Bueno 18 Jun. 2019 - 12:09 UTC
Homem tenta atravessar enchente em Rongan, no sul da China. Mais de 60 pessoas morreram em decorrências das enchentes. Foto: STR/AFP/Getty Images.

Na última semana, uma série de graves eventos climáticos ocorreram ao redor do mundo. Tempestades severas, inundações, ondas de calor e incêndios florestais assolaram diversos países. Nesse artigo vamos fazer um resumo dos 5 principais acontecimentos que marcaram a semana!

Onda de calor e incêndios na Califórnia

Parte do oeste do Estados Unidos experimentou uma onda de calor fora de época no início da semana passada. A cidade de São Francisco registrou uma temperatura recorde de 38°C na segunda-feira (10/06). De domingo a terça (11/06), foram três dias seguidos de temperaturas acima de 33°C, algo que só aconteceu 13 vezes na história e pela terceira vez fora dos meses de setembro e outubro. Ondas de calor como essa costumam ocorrer somente durante o verão ou outono.

Outras localidades da Califórnia também bateram recordes, como San Bernardino, que registrou temperaturas entre 38 e 43°C entre domingo e terça-feira (11/06). Esse calor intenso favoreceu a ocorrência de incêndios ao longo do estado. Em uma semana foram registrados mais de 200 focos de incêndio.

Chuvas volumosas no Nordeste do Brasil

Cidades do Nordeste brasileiro têm sido prejudicadas pelo grande volume de chuvas dos últimos dias. Recife registrou uma forte chuva na última quinta-feira (13/06), onde em apenas 6 horas choveu o acumulado esperado para 10 dias! Somente durante a manhã o acumulado chegou a 117 mm. Nos municípios de Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana, duas barreiras deslizaram, soterrando casas e deixando 9 mortos.

Em João Pessoa, de quinta-feira (13/06) até domingo (16/06) choveu 460 mm, de acordo com a Defesa Civil, o maior volume concentrado em 96 horas dos últimos 30 anos. Diversos locais registraram deslizamentos de terra e dezenas de famílias ficaram desabrigadas.

Inundações na China

Pelo menos 61 pessoas morreram e 356000 foram evacuadas devido as fortes chuvas e inundações que atingem o sul da China. De acordo com o Ministério de Administração de Emergências da China, 9300 casas foram destruídas, 3.71 milhões de hectares de terra foram prejudicadas e 4300 pessoas foram resgatadas de áreas de risco.

Mais de 2 milhões de pessoas foram afetadas e várias pontes e estradas foram danificadas. Na província de Guizhou, sudoeste da China, uma cidade inteira ficou submersa sob 2 metros de água!

Onda de calor na Índia

A forte onda de calor que atinge a Índia desde o início do mês continua! Na terça-feira, dia 10, os termômetros alcançaram os 48°C na capital Nova Déli, a temperatura mais alta já registrada no mês de junho. Até sexta-feira (14/06), o número de mortes era de pelo menos 36 pessoas, porém, no último sábado (15/06) esse número deu um salto. Em Bihar, uma das áreas mais pobres do país, 49 pessoas morreram em menos de 24 horas no sábado, todas vítimas de insolação e outras complicações devido ao calor excessivo.

Tempo severo na Europa

Na segunda-feira (10/06), uma forte tempestade despejou granizos do tamanho de bolas de tênis em Munique, Alemanha, ferindo várias pessoas e danificando veículos. Grandes pedras de granizo, chuvas fortes e ventos intensos também foram registrados nos Países Baixos, Polônia e República Tcheca.

Nesse domingo (16/06) foi decretado estado de catástrofe na França devido as consequências de uma forte tempestade que deixou uma pessoa morta no centro-leste do país. Várias localidades foram extremamente prejudicadas pela queda de granizo, que também chegaram ao tamanho de bolas de tênis, em Romans-sur-Isère, ao sul, caiu granizo por cerca de 15 minutos!

Publicidade