StoreWindows10

Por que sentimos o cheiro da chuva?

Quem não gosta daquele cheiro de terra molhada ou aquele cheiro de ar limpo após uma chuva?! Mas, se a chuva em si não tem cheiro, como e porque sempre sentimos esses aromas quando chove?

Paola Bueno Paola Bueno 17 Nov. 2018 - 10:23 UTC
O aroma da chuva, principalmente aquele de “terra molhada”, é chamado de “petrichor”.

Quem nunca ouviu falar ou não sentiu o cheiro da chuva? Aquele cheiro característico que exala logo quando as primeiras gotas tocam o solo ou aquele cheiro de ar limpo que sentimos logo após uma tempestade. Todos esses aromas são muito reconfortantes e inspiradores, mas você já parou para pensar no porque eles existem?

O cheiro de chuva que sentimos pode ser causado por inúmeros fatores, e ele também pode ser diferente de chuva para chuva. O cheiro que você sente durante uma chuva mais fraca certamente será diferente do cheiro que sentirá após uma tempestade. Intrigados com a origem desse cheiro, dois pesquisadores australianos, Isabel Joy Bear e Richard Thomas, em 1964, nomearam ele como “petrichor”. Na época os pesquisadores descreveram o “petrichor” como o aroma derivado de óleos produzidos por certas plantas durante o período de seca e que, quando chove, é dissipado juntamente com outro composto chamado geosmina. Esse aroma vem sido muito estudado por cientistas e até mesmo fabricantes de perfumes. Mas como eles se forma?

Cheiro de terra molhada

Sabe aquele cheiro de terra molhada que você sente principalmente no campo durante a chuva? Esse cheiro vem da geosmina, que é uma substância química produzida por um tipo específico de bactérias, a Streptomyces, uma espécie de bactéria presente no solo e normalmente detectável no solo molhado. Essa substância é exalada pelas células reprodutoras dessas bactérias, chamadas de esporos, que são produzidos quando essas bactérias têm contato com a água.

O choque das gotas de chuva com o solo lança as partículas de geosmina do solo para o ar, espalhando o cheiro de “terra molhada”.

Porém como essa substância que é produzida pelas bactérias no solo vai parar no ar? As responsáveis por ejetarem essa substância no ar são as gotas de chuva! Quando as gotas de chuva atingem o solo elas aprisionam minúsculas bolhas de ar, e essas pequenas bolhas “explodem”, produzindo gotículas ou partículas extremamente finas que são expelidas e ficam suspensas no ar. Essas partículas espalham a geosmina pelo ar, espalhando então o cheiro de “terra molhada”.

Uma curiosidade sobre a geosmina: no deserto os camelos conseguem encontrar água graças ao cheiro dessa substância! Isso explica porque os camelos são capazes de detectar a presença de água a dezenas de quilômetros de distância no deserto.

Cheiro de ar limpo

Outro cheiro muito característico de chuva é aquele cheiro de “ar limpo”. Esse cheiro é sentido principalmente depois das tempestades elétricas, isso porque os raios “quebram” as moléculas de oxigênio (O2) do ambiente, sendo reduzidas em átomos (O). Esses átomos de oxigênio, por sua vez, podem se juntar a outras moléculas de oxigênio, formando o ozônio (O3). O ozônio possui um cheiro similar ao do cloro, por isso muitos dizem ser um “cheiro de limpeza”.

Apesar do agradável cheiro de limpeza, o ozônio puro é extremamente perigoso em concentrações altas, podendo causar problemas pulmonares. Mas, felizmente as concentrações geradas antes ou depois das tempestades não são muito elevadas, não causando nenhum dano a saúde.

Publicidade