StoreWindows10

Por que os bueiros exalam mau cheiro quando vai chover?

Enquanto gostamos do cheiro de chuva, não acontece o mesmo com o cheiro que exala os bueiros das nossas cidades. Por que será?

Marc Redondo Marc Redondo Rafaela Freitas 24 Nov. 2018 - 11:44 UTC
Alcantarilla
O odor dos bueiros também dependem das condições meteorológicas.

Alguma vez, já deixamos o carro estacionado perto de um bueiro, e ao voltar encontramos um cheiro muito desagradável. Curiosamente, às vezes isto não acontece e o ar que sai do subsolo não cheira a nada. O mesmo pode passar nas nossas casas. Especialmente se são antigas ou com más tubulações.

Uma festa de bactérias

Todos os resíduos das nossas casas passam pelo sistema de esgoto através de um conjunto de tubulações que, graças a gravidade, derivam de uma mistura de água e detritos até chegar na rede de saneamento público subterrâneo.

O que surge das casas, principalmente do banheiro, tem um alto teor orgânico. A decomposição dos resíduos produzidos pelas bactérias, cria gases muito desagradáveis e, ao mesmo tempo tóxicos. Felizmente nas nossas casas, temos o que é denominado de sifões em cada ralo, como uma espécie de curva que desenham as tubulações em forma de "U" onde a água fica parada pela gravidade, impedindo que os gases subam. Se houver danos na tubulação, se for velha ou a água não fechar bem, o cheiro é horrível.

Os bueiros são como previsores do tempo

Quando a chuva começa a cair na cidade, vai escoando pelos bueiros das ruas - e também pelos telhados e coberturas -. A água vai ocupando espaço nas conexões e coletores, o que faz com que o ar e os gases que antes ocupavam todo esse espaço fossem forçados a sair de lá. Ao ter menor densidade que a água, ascendem e saem pelo único respirador que têm: os bueiros das ruas.

Isto nunca deveria acontecer em casa. Se apesar disto, notamos o mau cheiro, é hora de revisar as tubulações que estão exalando o odor, porque provavelmente encontraremos o motivo. A solução não será jogar óleo ou restos de comida, porque a maioria ficará colado debaixo do filtro do ralo sem que possamos perceber, produzindo maus cheiros.

A pressão atmosférica também conta

Quando há anticiclone, a pressão atmosférica é alta e no outono e inverno, se ocorrer em certas circunstâncias, formam-se névoas ao nível do solo. O ar que está colado próximo ao solo não consegue subir, porque a camada que têm por cima, pesa mais. Por isto temos mais incidentes de contaminação em altas pressões.

Por outro lado, quando a pressão atmosférica diminui, o ar pode elevar-se. Isto também afeta o ar existente no esgoto. Quando há uma queda de pressão, que normalmente é um reflexo de um tempo instável, também exala muito mais maus cheiros dos esgotos. É por este motivo, que associam o mau cheiro desprendido pelos bueiros, com uma repentina mudança no tempo.

Publicidade