Ciclone Biparjoy mostra intensificação assustadora e ameaça países do Mar Arábico

O ciclone Biparjoy, que começou a se formar nesta segunda (5) já se tornou um ciclone muito severo em pouquíssimos dias e vai continuar se intensificando até o fim de semana.

Ciclone Biparjoy mostra intensificação assustadora e ameaça países do Mar Arábico
O ciclone Biparjoy, que começou a se formar nesta segunda (5), se tornou um ciclone muito severo em poucos dias continuará se intensificando.

Nos últimos dias, meteorologistas monitoraram a formação e intensificação assustadora de um sistema no Mar da Arábia. O sistema era uma mera circulação ciclônica sobre o sudeste do Mar da Arábia nesta segunda-feira (5), mas se desenvolveu rapidamente.

Caminhando em paralelo à costa da Índia, o ciclone foi batizado de Biparjoy e está se intensificando mais rápido que o normal. Inicialmente, o Departamento Meteorológico da Índia (IMD) previu que o sistema iria se fortalecer aos poucos e se tornar uma tempestade ciclônica muito severa na noite deste sábado (10).

No entanto, Biparjoy se tornou uma tempestade ciclônica muito severa já na quarta-feira (07), três dias antes do que havia sido originalmente estipulado. Agora, o sistema assola o centro-leste do Mar da Arábia enquanto se move em direção norte-noroeste.

Além disso, foi projetado que Biparjoy atingiria uma velocidade máxima sustentada de ventos de 135 km/h, com rajadas de 150 km/h no domingo (11). Novamente, o ciclone superou as expectativas e já estava atingindo 145 km/h de velocidades sustentadas, com rajadas de 160 km/h nesta manhã.

O IMD emitiu um alerta e já pediu a suspensão total das operações de pesca no centro-leste, centro-oeste e sul do Mar da Arábia até 12 de junho, e no norte e centro do Mar da Arábia entre os dias 12 e 14. O departamento também pediu aos barcos que estão no mar que retornem à costa.

As últimas estimativas indicam que a tempestade continuará se intensificando nos próximos dias, podendo atingir seu pico de intensidade na sexta-feira (9), com ventos sustentados de 155 km/h e rajadas de até 170 km/h.

O que fez com que Biparjoy se intensificasse tão rápido?

Biparjoy passou de uma circulação ciclônica (dia 5) para uma tempestade ciclônica muito severa (dia 7) em apenas 48 horas. Isso significa que sua intensificação explosiva foi muito mais rápida que a do ciclone Mocha, em maio.

De acordo com Roxy Mathew Koll, meteorologista do IMD e também autora do IPCC, três fatores estão favorecendo a intensificação de Biparjoy:

  • O Mar Arábico está excepcionalmente quente, o que aumenta a umidade disponível para alimentar o sistema;
  • condições favoráveis da Oscilação Madden-Julian (OMJ) no Oceano Índico;
  • E principalmente um início fraco das monções (ventos sazonais ligados à formação da estação seca e chuvosa).

Como, no momento, os ventos de monção estão fracos, ciclones conseguem se desenvolver com maior facilidade. Quando as correntes de monção estão mais fortes, o vento sopra em direções diferentes nos níveis mais baixos e mais altos da atmosfera, o que dificulta a formação vertical de sistemas ciclônicos desse tipo.

Ciclone Biparjoy mostra intensificação assustadora e ameaça países do Mar Arábico
Trajetória prevista do ciclone Biparjoy mostra que ele deve se deslocar em direção norte-noroeste ao longo dos próximos dias, enquanto continua se intensificando.

Biparjoy já é o segundo ciclone a se formar no norte do Oceano Índico em apenas três semanas, logo após Mocha, que também atingiu a intensidade de uma tempestade ciclônica muito severa.

Estudos recentes têm demonstrado que está havendo um aumento na frequência de ciclones nesta região durante o início das monções, e essa aceleração na atividade ciclônica provavelmente se dá devido ao aumento da temperatura do oceano (e consequente disponibilidade de umidade) causados pelo aquecimento global.

Vídeos em Destaque