Tempestades tropicais Erick e Flossie a caminho do Havaí

Neste final de semana duas tempestades tropicais se formaram quase ao mesmo tempo no Oceano Pacífico Tropical Leste, as tempestades Erick e Flossie. Ambas as tempestades tem grande potencial de virarem furacões nos próximos dias e podem passar bem próximas do Havaí!

Paola Bueno Paola Bueno 30 Jul. 2019 - 11:46 UTC
Tempestade Tropical Erick (esquerda) e Flossie (direita) às 22:40 UTC no dia 28 de julho. Foto: NOAA/GOES-West.

No último final de semana duas tempestades tropicais se formaram no Oceano Pacífico Tropical Leste, uma seguida da outra, as tempestades tropicais Erick e Flossie. As duas tempestades ganharam força durante sua trajetória para oeste sobre as águas quentes do Pacífico e têm potencial para se tornarem furacões até o final dessa semana!

A primeira a se formar foi Erick no sábado (27/07) passando de depressão tropical para tempestade tropical no mesmo dia, a cerca de 1,5 km de Baja California, México. Devido as condições favoráveis ao desenvolvimento de ciclones tropicais nesse setor do Pacífico, fraco cisalhamento vertical do vento e temperatura da superfície do mar (TSM) aquecida, o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) prevê que Erick provavelmente se torne um furacão entre segunda e terça-feira, podendo atingir a categoria 3, ou maior, até quarta-feira (31/07).


Erick deve passar ao sul do Havaí no final dessa semana, podendo aumentar o volume de chuvas e gerar grandes ondas em partes das ilhas. Entretanto, até chegar ao Havaí Erick deve perder força e voltar à categoria de tempestade tropical.

A tempestade tropical Flossie está localizada bem ao leste de Erick e também está prevista para se fortalecer nos próximos dias. A tempestade se originou de uma depressão tropical a oeste/sudoeste de Manzanillo, no México, entre domingo e segunda-feira (29/07). Flossie está se movendo num ritmo rápido e seguindo quase o mesmo caminho de Erick. De acordo com as previsões, ela poderá se tornar um furacão nessa terça-feira e talvez passe bem próximo do Havaí na próxima semana.


Até o momento a atual temporada de furacões do Pacífico Oriental está relativamente tranquila. De acordo com a média de 1981 a 2010, o Pacífico Tropical Leste produz 15 tempestades nomeadas, 8 furacões e 3 furacões de categoria intensa a cada ano, de acordo com o NHC. Até o momento a temporada desse ano registrou 6 tempestades, 2 furacões e 1 de categoria intensa. A tempestade mais notável até então foi o furacão Barbara, que rapidamente se intensificou para categoria 4 no início de julho, mas enfraqueceu bem antes de chegar ao Havaí.

No ano passado registramos a temporada mais ativa da história do Pacífico Leste, com 23 tempestades nomeadas, 13 furacões e 10 de categoria intensa.

No outro lado do Pacífico

Enquanto isso, do outro lado do Pacífico, a tempestade tropical Nari atingiu o Japão no sábado (27/07). Nari também se originou de uma depressão tropical no Oceano Pacífico Oeste no dia 24, ao sul do Japão, e ao se deslocar para norte ganhou intensidade e passou para a categoria de tempestade tropical no dia 25.


Ao atingir a costa sudeste do Japão, na região de Shingu, Nari se enfraqueceu e voltou a categoria de depressão tropical e depois de algumas horas se enfraqueceu ainda mais, tornando-se uma baixa pressão remanescente. De qualquer forma, Nari gerou grandes acumulados de chuva da porção central do país.

Publicidade