tempo.com

Tau Herculidas: chuva de meteoros atinge seu pico no próximo dia 31

Resultado da fragmentação do cometa SW3, a chuva de meteoros Tau Herculidas atingirá seu máximo nesta terça-feira (31), quando será possível observar um show noturno com até 1400 estrelas cadentes por hora.

Tau Herculidas: Chuva de Meteoros intensa será visível na terça (31)
Resultado da fragmentação do cometa SW3, Tau Herculidas atingirá seu máximo dia 31, quando será possível observar até 1400 estrelas cadentes por hora.

A chuva de meteoros batizada de Tau Herculidas (ou Tau Herculids) atingirá seu máximo na próxima semana e poderá ser vista em máxima intensidade na madrugada da próxima terça-feira (31). Estimativas otimistas indicam a possibilidade de se observar desde 140 até 1400 meteoros por hora.

Embora o hemisfério norte esteja em vantagem para observar essa chuva de meteoros, residentes das regiões Norte e Nordeste também serão capazes de observá-lo. Os meteoros poderão ser vistos irradiando da constelação de Hércules.

Tau Herculidas é o resultado de uma trilha de detritos deixados pela fragmentação do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann 3 (SW3), e foi descoberta em 1930, junto à descoberta do próprio cometa que a originou, por A. Schwassmann e A. A. Wachmann.

O cometa permaneceu inativo até que, em 1995, astrônomos perceberam que ele havia se fragmentado em diversas partes, preenchendo o próprio rastro orbital com detritos. Desde então, o objeto continua se fragmentando em pedaços cada vez mais numerosos.

A chuva de meteoros costuma ser pouco intensa, com máximos que variam em torno de 50 estrelas cadentes por hora em bons anos, e se torna mais intensa durante os anos em que o cometa atinge o periélio. A passagem desse ano promete ser atípica e muito mais intensa, embora previsões de sua intensidade sejam bastante imprecisas.

Melhor horário e posição para se observar a chuva de meteoros Tau Herculidas

Para quem está nas regiões Norte e Nordeste, basta ficar atento à direção Noroeste entre 1h55min e 2h10min da manhã do dia 31 - momento no qual, de acordo com estimativas matemáticas de especialistas, a chuva de meteoros será extremamente intensa.

Recomenda-se que se faça a observação em um local escuro, preferencialmente afastado das luzes de cidades grandes. Os meteoros de Tau Herculidas são, em sua maioria, menos brilhantes que o usual devido à baixa velocidade de entrada na atmosfera.

Como a Lua está em fase Nova (bastante escura), ela não atrapalhará a visibilidade dos meteoros.

Já as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul ficam em uma posição desfavorável e não conseguirão observar o fenômeno. Ainda assim, brasileiros nestas regiões podem tentar observar a chuva de meteoros Eta Aquáridas, resultado dos detritos deixados pela passagem do cometa Halley, que ainda pode ser vista no céu noturno até este sábado (28).