Chuvas intensas castigam Brasília no domingo de Páscoa

No domingo de Páscoa, no dia de Tiradentes e no dia em que Brasília completava 59 anos, um forte temporal provocou alagamentos, enxurradas, quedas de árvores, corte de energia e carros ficaram submersos.

Tiago Robles Tiago Robles 22 Abr. 2019 - 19:17 UTC
Temporal provoca alagamentos e inundações no Distrito Federal. Foto: Portal G1/TV Globo/Reprodução

Chuva intensa atingiu o Distrito Federal na tarde do domingo de Páscoa (21), data do aniversário de 59 anos de Brasília. Depois de um dia de sol e de poucas nuvens, o forte temporal teve início no final da tarde, um pouco antes às 17h, e teve duração no entorno de 2h. Segundo a estação do Inmet o acumulado foi de 27 mm, porém, analisando os estragos estima-se pelo menos o dobro do registrado. Já os pluviômetros do Cemaden se encontram sem informação.

Nos primeiros minutos de chuva o trânsito já se encontrava comprometido pela lentidão. Muitas ruas ficaram alagadas e em alguns pontos carros ficaram submersos como, por exemplo, na região da Asa Norte, onde as imagens mostram um estacionamento inundado.

Em outro ponto da capital federal, o elevado acumulado transformou uma avenida em um rio com forte correnteza a deixando intransitável. A estação de metrô também foi invadida pela água promovendo o desembarque imediato dos passageiros que estavam se deslocando para os shows na Esplanada dos Ministérios. O metro foi fechado por volta das 17h e foi reaberto às 19h, com embarque apenas em uma estação.

Na Universidade de Brasília (UnB), a água invadiu várias instalações, carregando livros e inundando várias instalações, como o subsolo do Instituto de Ciências Humanas Sul (ICC), o prédio da Faculdade de Tecnologia. As imagens mostram uma cascata dentro de uma sala de aula inundada.

Além dos alagamentos e inundações, a queda de árvores proporcionou o corte e energia de mais de 5.700 unidades na Asa Norte e no Lago Sul. O Aeroporto Internacional de Brasília ficou operando por instrumentos. No auge do temporal, pousos e decolagens ficaram suspensos, totalizando em apenas 5 vôos atrasados e sem cancelamentos.

Publicidade