Chuvas alagam diversas cidades no Nordeste

Início de maio está sendo marcado por chuvas mais intensas que o normal na maior parte do Nordeste, causando alagamentos em diversas cidades, deslizamentos, quedas de árvores e danificando edifícios.

Chuvas alagam diversas cidades no Nordeste
Tempestades intensas estão causando alagamentos, deslizamentos, quedas de árvores e até mesmo uma nuvem funil - precursora de tornados. (imagens: Anônimo/Divulgação)

É fato que o outono é a estação onde os maiores acumulados de chuva são registrados em grande parte do Nordeste, mas ainda assim o mês de maio tem surpreendido já na primeira semana. Chuvas intensas estão causando estragos em diversas cidades.

A formação de uma nuvem-funil chamou a atenção na região costeira. Este tipo de nuvem é precursora de fenômenos mais destrutivos, como tornados e trombas d'água, embora neste caso não tenha causado danos à cidade.

Em Recife, houve diversos pontos de alagamento e uma pessoa morreu durante as enchentes. Equipes da prefeitura foram deslocadas para desentupir galerias e atuar usando carros com jatos de sucção. A defesa civil registrou treze chamados, e a Autarquia de Limpeza Urbana (Emlurb) relatou quedas de pelo menos quatro árvores.

instabilidades no Nordeste
Tempestade vêm sendo recorrentes no Nordeste no últimos dias.

Em Fortaleza, foram relatados diversos pontos de alagamento que invadiram edifícios, casas e lojas, além de bloquear o acesso de veículos em avenidas importantes. Segundo o FUNCEME, houve registros de mais de 100 mm de chuva em alguns pontos do estado.

As chuvas estão sendo formadas especialmente por influência da Zona de Convecção Intertropical (ZCIT), que mantém um cinturão de tempestades ao redor do planeta, na altura do Equador. O fenômeno costuma trazer instabilidade atmosférica e chuva para a região Nordeste.

Além disso, em anos de La Niña, é normal observar um aumento nas chuvas sobre a Região Nordeste, especialmente no verão. Apesar de fraco, o fenômeno ainda é capaz de influenciar a circulação global e deve continuar mantendo as chuvas acima da média até que se dissipe nos próximos meses.

Previsão para o Nordeste

As previsões indicam que a chuva vai continuar na maior parte do Nordeste esta semana, com possibilidade de tempestades localmente fortes. O INMET emitiu alerta de risco para o Nordeste, com possibilidade de chuvas fortes com intensidade de até 30 mm/h, ventos intensos de até 60 km/h e descargas elétricas.

chuvas no Nordeste
Nesta quarta-feira ainda há previsão de chuva e risco de tempestades no norte do Nordeste.

As tempestades podem causar alagamentos, pequenos deslizamentos, corte de energia elétrica e queda de árvores na região. Confira os maiores acumulados registrados pelas estações meteorológicas do INMET ao longo dos últimos quatro dias:

Durante uma tempestade, sempre tome os seguintes cuidados: Mantenha-se abrigado e evite enfrentar o mau tempo; Tome cuidado com alterações em encostas, que podem deslizar; Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada; Não se abrigue em baixo de árvores, quiosques ou tendas, pois há risco de descargas elétricas; Não estacione veículos em local próximo a torres de transmissão e placas de propaganda, pois há risco de queda.