tempo.com

Mais alertas de temporais para o Sul e ar frio chegando ao Sudeste

Uma frente estacionária está causando tempestades severas no Rio Grande do Sul e também trará chuva para Santa Catarina e Paraná. Semana que vem, sua movimentação traz uma massa de ar frio que fará as temperaturas no Sudeste caírem.

Uma frente estacionária causará chuvas especialmente no Rio Grande do Sul ao longo dos próximos dias. Semana que vem, uma massa de ar frio faz as temperaturas no Sudeste caírem.

Um sistema frontal atua sobre o Rio Grande do Sul, trazendo chuvas de intensidade moderada (até 80 mm), ventos intensos (até 60 km/h) e risco de corte na energia elétrica, queda de galhos e árvores, alagamentos e descargas elétricas (raios). A frente atua especialmente no centro-sul do Rio Grande do Sul, região mais próxima do Uruguai.

Esse sistema permanecerá estacionário sobre o Rio Grande do Sul e continuará formando áreas de instabilidade até o dia 11. Isso significa que, ao longo desta semana, a tendência para Santa Catarina, Paraná e todo o Centro-Oeste e Sudeste do Brasil continuam sendo de tempo aberto, quente e seco.

Mapa de probabilidade de chuva da Tempo.com mostra região do Rio Grande do Sul onde há grandes possibilidades de chuva ao longo desta quarta-feira (06).

Quando a frente se deslocará e fará o tempo mudar?

A partir do dia 12, na semana que vem, a frente começa a se deslocar para o Norte, trazendo temporais também para Santa Catarina e Paraná - Não são esperados, no entanto, grandes acumulados de chuva, e os volumes devem permanecer abaixo dos 30 mm.

Entre os dias 13 e 17, a movimentação da frente traz chuvas fracas para as regiões litorâneas de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, com acumulados muito baixos. No restante do Sudeste e do Centro-Oeste, o mês continua seco.

Este deslocamento da frente a partir do dia 12, no entanto, faz com que uma massa de ar frio avance pelo país. Isso fará com com que as temperaturas fiquem ligeiramente mais amenas tanto no Sul quanto no Sudeste ao longo da semana que vem.

Em São Paulo capital, a temperatura máxima no sábado que vem (16) será de 14°C, com mínimas que podem ficar abaixo dos 10°C.

No dia 13, há inclusive possibilidade de geadas leves se formarem no centro-sul do Rio Grande do Sul. A massa de ar frio não será tão intensa a ponto de causar geadas em outros Estados.

Tendência climática para Junho

A tendência para Julho continua indicando chuvas abaixo da média em praticamente todo o país. No Sul, os acumulados se manterão abaixo dos 160 mm, enquanto que no Sudeste e Centro-Oeste os acumulados se manterão ainda mais baixos e várias cidades simplesmente não registrarão chuva alguma.

Com isso, as temperaturas médias continuam elevadas em praticamente todo o país. A exceção é a região Sul: Nas áreas serranas, temperaturas inferiores a 10°C serão registradas ao longo do mês e não se descarta a possibilidade de geadas.