tempo.com

Outono no Brasil: como é e o que esperar para este ano?

O equinócio ocorreu nesta terça-feira (20) dano início ao outono. Saiba quais as principais características da estação no Brasil e como irá se comportar esse ano.

Começou o outono e agora entramos em uma condição de diminuição das temperaturas.

O outono no Hemisfério Sul teve início às 13h15 desta terça-feira (20), sendo este dia chamado de equinócio, no qual o Sol está exatamente sobre a linha do Equador e, o dia e a noite possuem a mesma duração. Como se observa em cada estação, o outono costuma apresentar características climáticas próprias no Brasil.

Sabe-se que, em média, as temperaturas começam a diminuir e passa a chover menos em boa parte do país. No entanto, o que acontece em cada região do país? Através das médias de dados das estações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) podemos fazer esta análise.

Precipitação e temperatura médias no outono

Nesta época do ano as manhãs e noites da Região Sul e boa em parte do Sudeste passam a ser mais frias, mas durante o dia as temperaturas se elevam trazendo sensação de calor de forma mais amena em relação ao verão. Essa condição se dá pelo fato de passar a haver uma maior incursão de frentes fria e massas de ar frio pelo Sul do país. Nas áreas mais o norte não se observam um mudança drástica das temperaturas.

Médias climatológicas de precipitação e temperatura média. Fonte: INMET

Assim, há também, uma tendência da migração das chuvas para as áreas mais ao sul, deixando o clima no Centro-Oeste, interior do Nordeste, sul da Região Norte e em praticamente todo o Sudeste, gradativamente menos chuvoso, sendo o mês de Junho o mais seco da estação. Na faixa leste do Nordeste se observa um aumento das taxas de precipitação, devido à intensificação dos ventos que sopram do oceano perpendicular ao litoral.

Previsão para o outono

Nos próximos meses se observará o enfraquecimento do Fenômeno La Niña e uma condição mais neutra a partir do mês de abril. No Oceano Atlântico, a temperatura da superfície do mar se manterá mais aquecida do Rio Grande do Sul até o sul da Bahia.

Assim, haverá um favorecimento da passagem mais rápida dos sistemas frontais pela Região Sul que se estabelecerão com maior facilidade entre o estado de São Paulo e o sul da Bahia. Sob essas condições se espera chuvas na média ou ligeiramente acima no Centro-Oeste e na região entre o norte paulista e o oeste baiano, incluindo as demais áreas da Região Sudeste, com temperaturas na média ou abaixo.

Na Região Sul a tendência é de precipitação na média ou ligeiramente abaixo, com temperaturas ligeiramente mais altas. Vale ressaltar que essa condição não representa ocorrência de estiagem ou ausência de chuva. Já para o restante do país as condições climáticas tendem a ficar se comportar dentro do esperado para a estação.